Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Cistos ósseos

Por

Michael J. Joyce

, MD, Cleveland Clinic Lerner School of Medicine at Case Western Reserve University;


David M. Joyce

, MD, Moffitt Cancer Center

Avaliado clinicamente jul 2022
VISUALIZAR A VERSÃO PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE
Recursos do assunto

Muitas anomalias ósseas não cancerosas (benignas) podem se assemelhar a tumores ósseos, embora não o sejam.

Cistos ósseos aneurismáticos

Os cistos ósseos aneurismáticos geralmente se desenvolvem antes que as pessoas cheguem aos 25 anos e a causa não é conhecida. Estes cistos são feitos de múltiplas bolsas reunidas e preenchidas com sangue. Esses cistos geralmente ocorrem perto das margens internas dos ossos longos (ossos da parte superior do braço e da coxa), mas praticamente todo osso pode ser afetado. O cisto tende a crescer lentamente. Dor e inchaço são comuns. O cisto pode estar presente por algumas semanas ou até um ano antes do diagnóstico.

A remoção cirúrgica de todo o cisto é o tratamento mais bem-sucedido, mas às vezes, os cistos recorrem, particularmente se não forem removidos completamente. Um cisto ósseo aneurismático também pode ser injetado com doxiciclina (um antibiótico), albumina e ar gerando uma espuma injetável. Podem ser necessárias mais de uma ou duas injeções. Também foram utilizadas outras formulações contendo álcool. A radiação deve ser evitada quando possível, pois, em alguns casos, desenvolvem-se tumores cancerosos posteriormente. No entanto, a radiação Radioterapia para câncer A radiação é uma forma de energia intensa gerada por uma substância radioativa, como o cobalto, ou por equipamento especializado, como um acelerador de partículas atômicas (linear). A radiação... leia mais pode ser o tratamento de escolha para os cistos na coluna espinhal que não podem ser tratados cirurgicamente ou por injeção e que estão pressionando a medula espinhal.

Cistos ósseos unicamerais (cistos ósseos simples)

Cistos ósseos unicamerais ocorrem perto das placas de crescimento nos braços ou pernas em crianças. As placas de crescimento são o que permitem que as crianças cresçam.

Os cistos costumam fazer com que ossos próximos se afinem, o que pode levar a uma quebra (fratura). Cistos com menos de 5 centímetros (2 polegadas) de comprimento ou largura podem se curar ou desaparecer enquanto a fratura se consolida. Cistos com mais de 5 centímetros de comprimento ou largura, particularmente em crianças, podem precisar de tratamento. No entanto, um melhor preditor do risco de fratura é um cisto com tamanho maior que 85% do diâmetro do osso ou uma concha óssea com menos de 0,5 mm.

Na maioria das vezes, esses cistos são tratados com injeções de corticosteroides (frequentemente de forma repetida), com massa óssea processada ou substitutos ósseos sintéticos. Às vezes, o tratamento é cirurgia para remover o conteúdo do cisto do osso raspando o osso com uma ferramenta em formato de colher (curetagem) e transplantando ossos de um sítio para outro (enxerto ósseo) ou usando osso processado de outra pessoa (aloenxerto). Independentemente do tratamento, o cisto permanece ou recorre em cerca de 10 a 15% das pessoas.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: VISUALIZAR A VERSÃO PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE
VISUALIZAR A VERSÃO PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE
quiz link

Test your knowledge

Take a Quiz! 
ANDROID iOS
ANDROID iOS
ANDROID iOS
PRINCIPAIS