Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Cistos ósseos

Por

Michael J. Joyce

, MD, Cleveland Clinic Lerner School of Medicine at Case Western Reserve University;


Hakan Ilaslan

, MD, Cleveland Clinic Lerner College of Medicine at Case Western Reserve University

Última revisão/alteração completa dez 2018| Última modificação do conteúdo dez 2018
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Muitas anomalias ósseas não cancerosas (benignas) podem se assemelhar a tumores ósseos, embora não o sejam.

Cistos ósseos aneurismáticos

Os cistos ósseos aneurismáticos geralmente se desenvolvem antes que as pessoas cheguem aos 25 anos e a causa não é conhecida. Estes cistos são feitos de múltiplas bolsas reunidas e preenchidas com sangue. Esses cistos geralmente ocorrem perto das laterais dos ossos longos (ossos do braço e da coxa), mas praticamente qualquer osso pode ser afetado. O cisto tende a crescer lentamente. Dor e inchaço são comuns. O cisto pode estar presente por algumas semanas ou até um ano antes do diagnóstico.

Para diagnosticar cistos ósseos aneurismáticos, os médicos geralmente solicitam radiografias e ressonância magnética (RM). Os médicos também coletam uma amostra de tecido para examinar ao microscópio (biópsia).

A remoção cirúrgica de todo o cisto é o tratamento mais bem-sucedido, mas às vezes, os cistos recorrem, particularmente se não forem removidos completamente. A radiação deve ser evitada quando possível, pois, em alguns casos, desenvolvem-se tumores cancerosos posteriormente. No entanto, a radiação pode ser o tratamento de escolha para os cistos que não podem ser tratados cirurgicamente e estão pressionando a medula espinhal.

Cistos ósseos unicamerais (cistos ósseos simples)

Cistos ósseos unicamerais ocorrem perto das placas de crescimento nos braços ou pernas em crianças. As placas de crescimento são o que permitem que as crianças cresçam.

Os cistos costumam fazer com que ossos próximos se afinem, o que pode levar a uma quebra (fratura). Cistos com menos de 5 centímetros (2 polegadas) de comprimento ou largura podem se curar ou desaparecer enquanto a fratura se consolida. Cistos com mais de 5 centímetros de comprimento ou largura, particularmente em crianças, podem precisar de tratamento.

Para diagnosticar cistos ósseos unicamerais, geralmente os médicos solicitam radiografias. Na maior parte do tempo, as radiografias são suficientes para fazer o diagnóstico; mas, às vezes, outros exames de imagem, como ressonância magnética (RM) ou, ocasionalmente, tomografia computadorizada (TC) são realizados.

Na maioria das vezes, esses cistos são tratados por injeção de corticosteroides (frequentemente de forma repetida), com massa óssea processada ou substitutos ósseos sintéticos. Às vezes, o tratamento é cirurgia para remover o conteúdo do cisto do osso raspando o osso com uma ferramenta em formato de colher (curetagem) e transplantando ossos de um sítio para outro (enxerto ósseo). Independentemente do tratamento, o cisto permanece ou recorre em cerca de 10 a 15% das pessoas.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Laminectomia lombar
Vídeo
Laminectomia lombar
A coluna espinhal de uma pessoa consiste de 33 vértebras que abrigam e protegem a medula....
Modelos 3D
Visualizar tudo
Artrite reumatoide inicial na mão
Modelo 3D
Artrite reumatoide inicial na mão

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS