Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Osteonecrose da mandíbula

(ON of the Jaw; ONJ)

Por

Stuart B. Goodman

, MD, PhD, Stanford University

Última revisão/alteração completa jun 2020| Última modificação do conteúdo jun 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos

A osteonecrose da mandíbula é um distúrbio oral que envolve a exposição do osso da mandíbula.

  • A osteonecrose da mandíbula pode ocorrer após uma extração dentária, lesão, radioterapia ou por nenhum motivo aparente.

  • A osteonecrose da mandíbula já ocorreu em algumas pessoas tomando doses elevadas de medicamentos bifosfonatos por via intravenosa, particularmente se tinham câncer ou se forem submetidas a uma cirurgia oral.

  • Para ajudar a evitar a osteonecrose da mandíbula, qualquer cirurgia oral necessária deve ser feita sempre que possível antes de a pessoa tomar bifosfonatos.

  • O tratamento é melhor realizado por um cirurgião oral com bastante experiência.

A osteonecrose da mandíbula pode ocorrer espontaneamente após extração dentária ou trauma. (A radioterapia da cabeça e do pescoço pode causar um distúrbio semelhante chamado osteorradionecrose). Às vezes, uma infecção óssea (osteomielite) na mandíbula é diagnosticada erroneamente como osteonecrose da mandíbula.

A osteonecrose da mandíbula foi observada em casos raros em algumas pessoas que receberam altas doses de bifosfonatos por via intravenosa, especialmente se elas tiverem câncer ou se submeteram a cirurgia oral enquanto recebiam os medicamentos. A osteonecrose da mandíbula não foi associada ao uso rotineiro de bifosfonatos administrados por via oral como tratamento da osteoporose. Portanto, as pessoas ainda devem usar bifosfonatos orais como prescrito. No entanto, quando possível, qualquer cirurgia oral necessária deve ser feita antes de o uso de bifosfonatos ser iniciado. As pessoas também devem continuar a fazer uma boa higiene oral enquanto tomam bifosfonatos.

Sintomas

A osteonecrose da mandíbula é geralmente dolorosa e pode haver secreção de pus da boca ou da região da mandíbula. Contudo, algumas pessoas não apresentam sintomas.

Diagnóstico

  • Avaliação por um dentista, um cirurgião oral ou um médico

A osteonecrose da mandíbula é diagnosticada quando a pessoa é avaliada por um dentista, cirurgião oral ou, às vezes, por um clínico.

Tratamento

  • Remoção do osso morto

  • Uso de antibióticos e enxaguatórios bucais

Como o tratamento da osteonecrose da mandíbula é desafiador, um cirurgião oral com experiência no tratamento dela deve ser consultado. O tratamento da osteonecrose da mandíbula geralmente envolve a raspagem de parte do osso danificado, administração de antibióticos por via oral e o uso de enxaguatórios bucais. Após o tratamento, deve-se fazer o acompanhamento com o cirurgião oral que irá avaliar a cicatrização e garantir que a área está sendo mantida limpa com boa higiene oral.

A remoção cirúrgica de toda a área afetada pode piorar o quadro clínico e não é a primeira opção de tratamento.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS