honeypot link

Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Gydrastis canadensis

Por

Laura Shane-McWhorter

, PharmD, University of Utah College of Pharmacy

Última revisão/alteração completa jul 2020| Última modificação do conteúdo jul 2020
Clique aqui para a versão para profissionais

A gydrastis canadensis, uma planta em extinção, está relacionada ao rainúnculo. Seus componentes ativos são a hidrastina e a berberina, que têm atividade antisséptica. A berberina também tem eficácia contra a diarreia. Ela está disponível em forma líquida, comprimidos e cápsulas

Indicações medicinais

A hydrastis canadensis é usada sob a forma de solução antisséptica nas aftas da boca, olhos inchados e dolorosos em feridas e na pele irritada, como também nas infecções vaginais. Tem sido combinada com a equinácea como remédio para o resfriado, mas a sua eficácia não chegou a ser comprovada. A hydrastis canadensis foi também usada como medicamento para indigestão e diarreia. Em alguns estudos com desenho adequado, a berberina isolada da gydrastis canadensis causou uma redução da diarreia, incluindo diarreia em pessoas com síndrome do intestino irritável.

Existe evidência surgindo que mostra que, em pessoas diabéticas, a berberina pode diminuir os níveis de glicose em jejum e pós-prandial e de hemoglobina A1c.

Possíveis efeitos colaterais

A hydrastis canadensis pode provocar vários efeitos colaterais, como a irritação e o mal-estar digestivo, contrações do útero, icterícia em recém-nascidos e agravamento da pressão arterial alta (hipertensão). Quando ingerida em grandes quantidades, ela pode provocar convulsões, insuficiência respiratória e interferir com as contrações do coração. A hydrastis canadensis não deve ser tomada por mulheres que estão grávidas ou na fase de amamentação, por recém-nascidos ou por pessoas com transtornos convulsivos ou de coagulação. O componente ativo, a berberina, pode causar danos ao ácido desoxirribonucleico (DNA), o que pode dar origem à formação de tumores.

Possíveis interações medicamentosas

A hydrastis canadensis pode aumentar a eficácia de medicamentos que previnem a formação de coágulos (por exemplo, a varfarina), o que aumenta o sangramento. A hydrastis canadensis afeta o modo pelo qual o fígado processa alguns medicamentos, o que pode resultar em outras interações medicamentosas importantes. A berberina na gydrastis canadensis pode potencializar os efeitos hipoglicemiantes de medicamentos anti-hiperglicêmicos.

Mais informações

Segue um recurso em idioma inglês que pode ser útil. Vale ressaltar que O MANUAL não é responsável pelo conteúdo desse recurso.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Também de interesse

Feature.AlsoOfInterst.SocialMedia

PRINCIPAIS