Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Carregando

Cisto do ducto de Skene

(Cisto do ducto de Skene)

Por

Charlie C. Kilpatrick

, MD, MEd,

  • Baylor College of Medicine
  • Ben Taub Hospital

Última modificação do conteúdo mai 2019
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
Recursos do assunto

Os cistos do ducto de Skene se desenvolvem próximo à uretra distal, às vezes causando corrimento perineal, dispareunia ou formação de abscesso.

As glândulas de Skene (parauretrais ou periuretrais) estão localizadas adjacentes à uretra distal.

Cistos do ducto de Skene se formam se o ducto está obstruído por causa de infecção na glândula. Aparecem principalmente em adultos.

Os cistos podem se infectar, levando a abscessos e infecções do trato urinário (ITUs) recorrentes. Raramente, os cistos do duto de Skene (se grandes o suficiente) obstruem a uretra.

A maioria dos cistos do ducto de Skene tem < 1 cm e é assintomática. Alguns são grandes e causam dispareunia. Os primeiros sintomas podem ser semelhantes aos das infecções do trato urinário (p. ex., disúria). Os abscessos são dolorosos, inchados, sensíveis e eritematosos, mas geralmente não causam febre.

Diagnóstico

  • Avaliação clínica

O diagnóstico dos cistos do ducto de Skene costuma ser clínico. A maioria dos cistos e abscessos sintomáticos é palpável próximo à uretra distal; entretanto, um divertículo da uretra distal pode ser clinicamente indiferenciável, exigindo ultrassonografia ou cistoscopia para a diferenciação.

Tratamento

  • Excisão cirúrgica ou marsupialização se os cistos causam sintomas

Os cistos sintomáticos são excisados ou marsupializados. Os abscessos são tratados inicialmente com antibióticos orais de amplo espectro (p. ex., 500 mg de cefalexina a cada 6 horas, por 7 a 10 dias) e com excisão ou marsupialização.

Pontos-chave

  • Cistos do ducto de Skene se formam se o ducto está obstruído por causa de infecção na glândula.

  • Cistos podem formar abscessos, e/ou causar infecções do trato urinário recorrentes.

  • A maioria é pequena e assintomática; cistos grandes podem causar dispareunia.

  • Diagnosticar os cistos do ducto de Skene por exame físico e, se necessário, por ultrassonografia ou cistoscopia.

  • Excisar ou marsupializar os cistos sintomáticos, além de tratar os abscessos com antibióticos de amplo espectro, e fazer excisão ou marsupialização.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS