Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

honeypot link

Cromo

Por

Larry E. Johnson

, MD, PhD, University of Arkansas for Medical Sciences

Última modificação do conteúdo out 2018
Clique aqui para acessar Educação para o paciente

Apenas 1 a 3% do cromo (Cr) trivalente biologicamente ativo é absorvido. Os níveis plasmáticos normais são de 0,05 a 0,50 μg/L (1,0 a 9,6 nmol/L).

O cromo potencializa a atividade da insulina; mas não se sabe se a suplementação de picolinato de cromo é benéfica no diabetes mellitus. Pacientes com diabetes não devem tomar suplementos de cromo, a menos que o uso seja supervisionado por um especialista em diabetes. Suplementos de cromo não aumentam o tamanho ou a força muscular.

Deficiência de cromo

Pacientes que recebem nutrição parenteral total por períodos prolongados raramente apresentam deficiência de cromo. Os sintomas respondem a 150 a 250 mg de cromo trivalente.

Toxicidade do cromo

Altas doses de cromo trivalente aplicadas por via parenteral causam irritação na pele, mas doses baixas aplicadas por via oral não são tóxicas. A exposição ao cromo hexavalente (CrO3) no ambiente de trabalho pode irritar a pele, os pulmões e o trato gastrointestinal e causar perfuração no septo nasal e carcinoma pulmonar.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS