Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

honeypot link

Toxicidade da vitamina B6

(Toxicidade da piridoxina)

Por

Larry E. Johnson

, MD, PhD, University of Arkansas for Medical Sciences

Última modificação do conteúdo ago 2019
Clique aqui para acessar Educação para o paciente

A ingestão de megadoses (> 500 mg/dia) de piridoxina pode causar neuropatia periférica.

A vitamina B6 representa um grupo de substâncias relacionadas: piridoxina, piridoxal e piridoxamina. São metabolizados no organismo em fosfato piridoxal, o qual atua como coenzima em várias reações relevantes no sangue, no sistema nervoso central e no metabolismo da pele. A vitamina B6 é importante na biossíntese do ácido nucleico e do heme e no metabolismo dos aminoácidos, carboidratos e lipídios (ver tabela Fontes, funções e efeitos das vitaminas).

As principais fontes alimentares de vitamina B6 são vísceras (p. ex., fígado), cereais integrais, peixes e legumes (Ver também Visão geral das vitaminas.)

A ingestão de megadoses (> 500 mg/dia) de piridoxina (p. ex., para tratar síndrome do túnel do carpo ou pré-menstrual, embora a eficácia ainda não esteja comprovada) pode causar neuropatia periférica com deficit de distribuição tipo “luva comprida”, incluindo ataxia sensória progressiva e grave prejuízo das sensações de vibração e posição. Sensações de toque, temperatura e dor são menos afetadas. Os sistemas nervosos central e motor estão geralmente intactos.

O diagnóstico da toxicidade de vitamina B6 é clínico.

O tratamento da toxicidade de vitamina B6 consiste em interromper a ingestão de vitamina B6. A recuperação é lenta e, para alguns pacientes, incompleta.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS ANDROID iOS
PRINCIPAIS