Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Carregando

Desvio e perfuração septal

Por

Marvin P. Fried

, MD,

  • Professor and University Chairman, Department of Otorhinolaryngology-Head and Neck Surgery
  • Montefiore Medical Center, The University Hospital of Albert Einstein College of Medicine

Última modificação do conteúdo fev 2019
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
Recursos do assunto

Desvios do septo nasal decorrentes de anormalidades de desenvolvimento ou traumatismo são comuns, mas frequentemente são assintomáticos, e não requerem tratamento. Desvio septal sintomático causa obstrução nasal e predispõe o paciente às sinusites (particularmente se o desvio obstrui o óstio de um seio paranasal) e às epistaxes, em razão do turbilhonamento e do ressecamento do ar. Outros sintomas podem incluir dor facial, cefaleia e respiração ruidosa noturna.

O desvio de septo é geralmente evidente ao exame da cavidade nasal, apesar de a rinoscopia anterior nem sempre ser o suficiente.

O tratamento consiste na septoplastia (reconstrução septal).

Úlceras e perfurações septais podem ser resultantes de cirurgia nasal; traumatismo repetido, como manipulação nasal excessiva; piercings nasais; inalantes tóxicos (p. ex., ácidos, cromo, fósforo ou vapor de cobre); uso crônico de cocaína; uso crônico de sprays nasais (incluindo corticoides, fenilefrina ou oximetazolina); uso de oxigênio nasal; ou doenças como tuberculose, sífilis, hanseníase, lúpus eritematoso sistêmico e granulomatose com poliangiite (anteriormente conhecida como granulomatose de Wegener).

Formação de crostas nas bordas da perfuração e epistaxes de repetição, inclusive graves, podem ser resultantes. Perfurações pequenas podem causar ruído. Rinoscopia anterior ou endoscopia nasal com fibra óptica pode ser usada para identificar as perfurações.

Os cremes com bacitracina ou mupirocina tópicas podem reduzir a formação de crostas, bem como o uso de solução fisiológica em spray. Perfurações septais sintomáticas são ocasionalmente corrigidas com retalhos de mucosa bucal ou septal; o fechamento da perfuração com um enxerto de silicone também é opção confiável.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS