Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Carregando

Corpos estranhos nasais

Por

Marvin P. Fried

, MD, Montefiore Medical Center, The University Hospital of Albert Einstein College of Medicine

Última modificação do conteúdo fev 2019
Clique aqui para acessar Educação para o paciente

Corpos estranhos nasais são encontrados ocasionalmente em crianças jovens, pacientes psiquiátricos e deficientes mentais. Objetos comumente introduzidos no nariz incluem algodão, papel, pequenas pedras, contas, grãos, sementes, insetos e baterias do tipo botão (que podem causar queimaduras químicas). Quando há depósito de sais minerais em um corpo estranho retido há longo tempo, o objeto é denominado rinolito.

Corpo estranho nasal é suspeitado em qualquer paciente com rinorreia unilateral, fétida, purulenta ou sanguinolenta. O diagnóstico é frequentemente feito pelo relato do acompanhante que presenciou a introdução do corpo estranho na cavidade nasal, ou pela visualização deste com um espéculo nasal.

Corpos estranhos nasais podem ser removidos em consultório, com um espéculo nasal e uma pinça nasal de Hartmann. O preparo prévio da cavidade nasal com solução tópica de fenilefrina pode auxiliar na sua visualização e remoção. Para evitar que se introduza ainda mais na cavidade nasal um objeto que seja liso e arredondado, é melhor que se alcance a porção posterior do objeto com uma sonda de ponta romba e curva, e o puxe para frente. Às vezes, a anestesia geral é requerida, se tiver formado um rinolito, ou se houver o risco de deslocamento posterior do objeto e aspiração deste, resultando em obstrução da via respiratória.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS