Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Roséola infantil

(Exantema súbito; Pseudorrubéola)

Por

Brenda L. Tesini

, MD, University of Rochester School of Medicine and Dentistry

Última revisão/alteração completa set 2019| Última modificação do conteúdo set 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A roséola infantil é uma infecção viral contagiosa que afeta os bebês e as crianças jovens e causa febre alta seguida de uma erupção cutânea.

  • Roséola infantil é causada pelo herpesvírus humano 6.

  • Os sintomas característicos incluem febre alta que tem início súbito e, às vezes, uma erupção cutânea que se desenvolve depois que a temperatura volta ao normal.

  • O diagnóstico é baseado nos sintomas e na idade da criança.

  • O tratamento tem por objetivo aliviar os sintomas.

A roséola infantil ocorre durante o ano todo e, com mais frequência, nos meses da primavera e outono. Algumas vezes ocorrem surtos locais de pequeno porte. A causa comum é o herpesvírus 6, um dos muitos herpesvírus humanos. A maioria das crianças que desenvolvem roséola infantil encontra-se entre os seis meses e os três anos de idade.

Sintomas

Os sintomas da roséola infantil começam aproximadamente entre cinco e quinze dias após a infecção. Uma febre de 39,5 °C a 40,5 °C começa bruscamente e dura de três a cinco dias. Entre 5% e 15% das crianças apresentam convulsões como resultado da febre elevada, sobretudo se esta começar e aumentar rapidamente. Não obstante a febre alta, a criança permanece normalmente alerta e ativa. Algumas crianças apresentam corrimento nasal leve, dor de garganta ou mal-estar gástrico. Os linfonodos na parte de trás da cabeça, nas laterais do pescoço e atrás das orelhas podem aumentar de tamanho. A febre normalmente desaparece no quarto dia.

Aproximadamente 30% das crianças com roséola infantil desenvolvem uma erupção cutânea em poucas horas e até no máximo um dia depois de a temperatura diminuir. A erupção cutânea é vermelha e chata. Ela ocorre com mais frequência no peito e no abdômen e com menos abrangência na face, braços e pernas. A erupção cutânea não provoca coceira e pode durar de algumas horas a dois dias.

Diagnóstico

  • Avaliação de um médico

O médico suspeita da presença de roséola infantil quando os sintomas característicos (principalmente o desenvolvimento de uma erupção cutânea depois que a febre já passou) aparecem em uma criança com seis meses a três anos de idade. Exames são raramente realizados, mas o diagnóstico da roséola infantil pode ser confirmado por meio de exames de sangue.

Tratamento

  • Paracetamol ou ibuprofeno para alívio da febre para oferecer conforto

A febre é tratada com paracetamol ou ibuprofeno. As convulsões e a erupção cutânea não exigem tratamento específico, mas como são assustadoras, a maioria dos pais leva a criança ao médico para avaliação.

Caso a doença seja grave em crianças com sistema imunológico comprometido, os médicos podem tentar tratá-las com medicamentos antivirais foscarnete ou ganciclovir.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Como tirar a temperatura de um bebê ou de uma criança
Vídeo
Como tirar a temperatura de um bebê ou de uma criança
Modelos 3D
Visualizar tudo
Cifose
Modelo 3D
Cifose

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS