Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Síndrome unha-patela

(Osteo-onicodisplasia; Artro-onicodisplasia; Onico-osteodisplasia)

Por

Frank Pessler

, MD, PhD, Hannover, Germany

Última revisão/alteração completa mai 2019| Última modificação do conteúdo jun 2019
Clique aqui para a versão para profissionais

A síndrome unha-patela é uma doença hereditária rara que resulta em anomalias nos rins, ossos, articulações e nas unhas dos dedos dos pés e das mãos.

A síndrome unha-patela é causada por uma mutação de um gene que tem uma função importante no desenvolvimento dos membros e dos rins.

As pessoas afetadas por essa síndrome frequentemente não têm uma ou ambas as patelas (rótulas), um dos ossos do braço (rádio) está deslocado no cotovelo e o osso pélvico tem um formato anômalo. As unhas dos dedos das mãos e dos pés estão ausentes ou mal desenvolvidas, com marcas na pele e saliências.

Aproximadamente 50% das pessoas com essa síndrome apresentam sangue na urina (hematúria) ou proteína na urina (proteinúria). A insuficiência renal acaba surgindo em aproximadamente 30% das pessoas cujos rins são afetados até elas chegarem aos 50 ou 60 anos de idade. A pessoa que tem problemas renais costuma ter hipertensão arterial (pressão arterial alta).

Diagnóstico

  • Avaliação de um médico

  • Às vezes, radiografias e biópsia

O diagnóstico da síndrome unha-patela é sugerido pelos sintomas e pelo resultado de um exame físico, e é confirmado por meio de radiografias ósseas e uma biópsia de tecido renal (a coleta de uma amostra de tecido para ser examinada sob o microscópio). Exames genéticos podem ser realizados se o diagnóstico for indefinido.

Exames de função renal possivelmente serão realizados em pessoas que apresentam sangue ou proteína na urina.

Tratamento

  • Controle da pressão arterial

  • Algumas vezes diálise ou transplante renal

Não existe tratamento eficaz para a síndrome unha-patela.

O controle da hipertensão arterial e dos níveis de proteína na urina com medicamentos denominados inibidores da enzima conversora da angiotensina (ECA) pode diminuir a velocidade de declínio da função renal. A pessoa que apresenta insuficiência renal precisa de diálise ou transplante renal.

Devem ser realizados exames genéticos nas pessoas afetadas que desejam ter filhos.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Administração de insulina
Vídeo
Administração de insulina
O diabetes é um quadro clínico que se desenvolve devido a concentrações elevadas de glicose...
Modelos 3D
Visualizar tudo
O resfriado comum
Modelo 3D
O resfriado comum

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS