Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Glaucoma primário infantil

(Glaucoma infantil; glaucoma congênito; buftalmia)

Por

Christopher M. Fecarotta

, MD, Phoenix Children’s Hospital;


Wendy W. Huang

, MD, PhD, Phoenix Children’s Hospital

Última revisão/alteração completa out 2018| Última modificação do conteúdo out 2018
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

O glaucoma primário infantil é um defeito congênito raro que impede que o líquido seja drenado de maneira apropriada da parte frontal do olho. Esse bloqueio aumenta a pressão dentro do olho, o que, se deixado sem tratamento, danifica o nervo óptico e pode causar cegueira completa.

(Consulte também Glaucoma em adultos.)

Normalmente o humor aquoso, que nutre o olho, é produzido pelo corpo ciliar atrás da íris (na câmara posterior) e flui pela pupila para a frente do olho (câmara anterior), onde sai pelos canais de drenagem entre a íris e a córnea. Quando a drenagem do líquido é bloqueada, a pressão dentro do olho (pressão intraocular) aumenta.

Drenagem normal de líquido

O líquido é produzido no corpo ciliar atrás da íris (câmara posterior), passa para a parte da frente do olho (câmara anterior) e então sai pelos canais de drenagem.

Drenagem normal de líquido

O glaucoma primário infantil ocorre em bebês e crianças pequenas e pode afetar somente um olho (em 40% das crianças) ou ambos os olhos (em 60% das crianças). Esse distúrbio é considerado primário, porque não é causado por outro distúrbio, como a síndrome de Sturge-Weber. A pressão intraocular aumenta além dos limites normais. A pressão intraocular também pode se elevar em bebês após uma lesão ou cirurgia ocular (remoção de catarata, por exemplo).

No glaucoma primário infantil ou glaucoma da primeira infância, os olhos afetados podem aumentar de tamanho porque a esclera (a fibra branca resistente que recobre o olho) e a córnea (a camada transparente na frente da íris e da pupila) se distende em resultado da elevação da pressão intraocular. Esse aumento não ocorre no glaucoma adulto. A córnea fica às vezes turva. O bebê pode sofrer lacrimejamento e dores oculares resultantes de luz forte (fotofobia).

Se não for tratado, a turvação da córnea progride, o nervo óptico é danificado e pode ocorrer cegueira. Para impedir essas complicações, os médicos realizam um procedimento cirúrgico para criar um novo sistema de drenagem (goniotomia, trabeculectomia ou TREC) assim que possível.

Mais informações

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Administração de insulina
Vídeo
Administração de insulina
O diabetes é um quadro clínico que se desenvolve devido a concentrações elevadas de glicose...
Modelos 3D
Visualizar tudo
O resfriado comum
Modelo 3D
O resfriado comum

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS