honeypot link

Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Transposição das grandes artérias

(TGA)

Por

Jeanne Marie Baffa

, MD, Sidney Kimmel Medical College at Thomas Jefferson University

Última revisão/alteração completa mar 2019| Última modificação do conteúdo mar 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A transposição das grandes artérias é uma inversão das ligações normais da aorta e da artéria pulmonar com o coração.

  • A aorta e a artéria pulmonar são invertidas, o que faz com que sangue pobre em oxigênio circule para o corpo e sangue rico em oxigênio circule entre os pulmões e o coração e não para o corpo.

  • Os sintomas ficam evidentes ao nascimento e incluem cianose (uma tonalidade azulada na pele) grave e dificuldade respiratória.

  • O diagnóstico é feito mediante um ecocardiograma.

  • A cirurgia é realizada durante os primeiros dias de vida.

O sangue pobre em oxigênio proveniente do corpo circula do átrio direito para o ventrículo direito, como é normal, mas depois flui para a aorta e para o corpo sem passar pelos pulmões. O sangue oxigenado circula para frente e para trás entre o coração e os pulmões (dos pulmões à veia pulmonar, depois para o átrio esquerdo e o ventrículo esquerdo, e então para a artéria pulmonar), sem ser transportado ao corpo.

O corpo não consegue sobreviver sem oxigênio. Contudo, os bebês com esse defeito cardíaco podem sobreviver brevemente após o nascimento, porque o forame oval (um orifício existente entre os átrios direito e esquerdo) e o duto arterioso (um vaso que liga a artéria pulmonar à aorta – consulte Circulação fetal normal) ainda se encontram abertos ao nascimento. Esses orifícios permitem que o sangue rico em oxigênio se misture com o sangue pobre em oxigênio, o que permite fornecer, por vezes, oxigênio suficiente ao corpo para manter o bebê vivo. Assim que o canal se fecha, como ocorre normalmente após o nascimento, uma quantidade muito pequena de sangue flui para dentro dos pulmões do bebê que tem esse tipo de defeito e, se o defeito não for reparado imediatamente, o bebê morre.

A transposição das grandes artérias também pode ser acompanhada de outro defeito cardíaco, o defeito do septo ventricular (um orifício na parede que separa as cavidades inferiores do coração), o que na verdade pode ser útil, porque sua presença permite que uma quantidade maior de sangue rico em oxigênio se misture com sangue pobre em oxigênio.

Transposition of the Great Arteries

As conexões normais da aorta e da artéria pulmonar com o coração estão trocadas.

Transposition of the Great Arteries

Sintomas

A transposição das grandes artérias geralmente resulta em cianose grave (um tom azulado dos lábios e da pele) e dificuldade respiratória, que têm início ao nascimento.

Diagnóstico

  • Ecocardiograma

O médico suspeita deste diagnóstico quando ele detecta uma saturação muito baixa de oxigênio no sangue do recém-nascido, frequentemente, mas não sempre, acompanhada de um sopro cardíaco. O sopro cardíaco é um som criado pelo fluxo sanguíneo turbulento passando através de válvulas cardíacas com estreitamento ou insuficiência ou atravessando estruturas cardíacas anômalas.

O diagnóstico é confirmado por meio de um ecocardiograma (ultrassonografia do coração).

Exames de eletrocardiograma (ECG) e radiografia do tórax costumam ser realizados. O resultado do ECG costuma ser normal. O resultado de radiografia do tórax costuma mostrar um coração aumentado ou malformado.

Tratamento

  • Às vezes, um medicamento, como uma prostaglandina, para manter o canal arterial aberto

  • Cirurgia

  • Septostomia atrial por cateter balão

A cirurgia costuma ser realizada nos primeiros dias de vida. Contudo, outros procedimentos podem ser realizados antes para manter o bebê vivo até que a cirurgia possa ser realizada.

Os médicos administram uma prostaglandina por via intravenosa a alguns bebês para manter o canal arterial aberto. Manter o canal arterial aberto pode ajudar, porque isso aumenta o fluxo sanguíneo nos pulmões e aumenta a saturação de oxigênio no sangue. Os médicos monitoram com cuidado os bebês que recebem esse medicamento porque às vezes, o estado de saúde deles fica menos estável quando eles recebem prostaglandina.

Se o bebê tiver sintomas graves e não apresentar resposta à prostaglandina, é possível que os médicos realizem um procedimento denominado septostomia atrial por cateter balão. Durante uma septostomia por balão, um tubo fino (cateter) com um balão na ponta é inserido em um vaso sanguíneo no braço ou na perna até alcançar o coração. A ponta é colocada na abertura entre os átrios (forame oval) e o balão é insuflado e puxado pela abertura. Isso alarga o forame e, com isso, permite que sangue rico em oxigênio chegue ao resto do corpo.

A cirurgia consiste em unir a aorta e a artéria pulmonar aos ventrículos apropriados e em reimplantar as artérias coronárias do coração na aorta depois de a aorta ser reposicionada.

Algumas crianças precisam tomar antibióticos antes de consultas com o dentista e antes de realizarem certas cirurgias (por exemplo, no trato respiratório). Esses antibióticos são utilizados para prevenir um tipo de infecção cardíaca grave denominada endocardite.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Também de interesse

Feature.AlsoOfInterst.SocialMedia

PRINCIPAIS