Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Algumas causas infecciosas e características da dor de garganta

Algumas causas infecciosas e características da dor de garganta

Causa

Características comuns*

Exames

Amigdalofaringite viral (infecção das amígdalas e da garganta, causada por vírus)

Dor leve a moderada na garganta e febre baixa ou inexistente

Normalmente, coriza e/ou tosse

Garganta e amígdalas que estão levemente ou muito avermelhadas, e que podem estar cobertas com uma secreção branca ou pus

Algumas vezes, um ou dois linfonodos aumentados no pescoço

Exame médico

Frequentemente, dor de garganta intensa e febre

Raramente, coriza ou tosse

Frequentemente, uma garganta e amígdalas muito vermelhas recobertas com uma secreção branca ou pus

Normalmente, um ou dois linfonodos do pescoço aumentados e macios

Exame de uma amostra retirada da garganta com um swab

Mononucleose (causada pelo vírus Epstein-Barr)

Dor de garganta moderada a intensa, febre alta e fadiga constante, mas nenhum sintoma de resfriado

Normalmente, em adolescentes ou adultos jovens que nunca tenham tido mononucleose

Com frequência, a garganta e as amígdalas muito vermelhas, recobertas por secreção branca ou pus.

Normalmente, muitos linfonodos aumentados dos dois lados do pescoço e, algumas vezes, a detecção de aumento do baço durante uma consulta médica

Um exame de sangue para detectar anticorpos do vírus Epstein-Barr

Dor de garganta intensa, frequentemente febre e nenhum sintoma de resfriado

Algumas vezes, uma voz abafada que soa como se estivesse com um ovo quente na boca (voz de "ovo na boca")

Garganta e amígdalas que podem estar levemente ou muito vermelhas

Normalmente, edema substancial em um lado da garganta detectado durante o exame

Geralmente, remoção de pus com uma agulha (para diagnóstico e tratamento)

Às vezes, tomografia computadorizada (TC) do pescoço

Epiglotite† (infecção da epiglote, a pequena lingueta de tecido que tampa a abertura da laringe)

Dor de garganta intensa e dificuldade para engolir que começa abruptamente

As crianças geralmente babam e apresentam sinais de doença grave (como contato visual pobre ou ausente, ausência de reconhecimento dos pais e irritabilidade)

Às vezes, sintomas respiratórios (mais frequentes nas crianças) incluindo

  • Respiração rápida (taquipneia)

  • Guinchos ao respirar (estridor)

  • Posição de tripé: Sentar ereto e inclinado para a frente, com o pescoço fletido para trás e a mandíbula espichada para frente (para tentar aumentar a quantidade de ar que chega aos pulmões)

Uma garganta que costuma parecer normal durante o exame (entretanto, o exame pode não ser aconselhável)

Para a maioria das crianças e para os adultos que parecem gravemente doentes, é realizada laringoscopia com fibra ótica flexível (inserção de um tubo flexível fino através da garganta para visualizar diretamente a epiglote) na sala de operação

Algumas vezes, para as pessoas que não têm todos os sintomas de epiglotite e que não parecem seriamente doentes, radiografia do pescoço

* As características incluem os sintomas e os resultados do exame médico. As características mencionadas são típicas, mas nem sempre estão presentes.

† Estas causas são raras.