honeypot link

Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Using Drugs to Treat Seizures in Children

Using Drugs to Treat Seizures in Children

Quando seu filho tem uma convulsão, os pais costumam ficar preocupados achando que a criança pode precisar tomar um medicamento para controlar as convulsões (um medicamento anticonvulsivante). Os pais ficam preocupados com os efeitos colaterais e eles sabem que fazer com que uma criança tome um medicamento de forma regular é difícil. Obter mais informações sobre anticonvulsivantes pode ajudar os pais a participar melhor nas decisões sobre o tratamento de seus filhos.

Pontos positivos:

  • A maioria das crianças que tiveram somente uma convulsão não precisa tomar medicamentos anticonvulsivantes.

  • Os médicos podem escolher entre mais de 20 medicamentos anticonvulsivantes na busca por aquele apropriado para uma criança em particular.

  • Anticonvulsivantes cessam ou controlam as convulsões em 80% das crianças.

  • Muitas crianças precisam tomar somente um anticonvulsivante.

  • A maioria das crianças pode parar de tomar anticonvulsivantes em algum momento.

Pontos negativos:

  • A maioria dos anticonvulsivantes tem efeitos colaterais, como tontura, náusea, falta de equilíbrio, sono, visão dupla ou erupções cutâneas.

  • Alguns anticonvulsivantes podem afetar a atenção, memória e desempenho escolar enquanto as crianças estiverem tomando o medicamento.

  • Crianças que tomam determinados anticonvulsivantes precisam fazer exames de sangue com regularidade para determinar se a dose está correta ou tentar detectar efeitos colaterais (por exemplo, desequilíbrios químicos no sangue).

  • Alguns anticonvulsivantes mais recentes não foram testados em crianças pequenas (ainda que esses medicamentos sejam com frequência usados em crianças pequenas e o resultado dessas experiências tenha sido publicado).

Ao ponderarem suas preocupações, os pais devem ter em mente a importância de prevenir futuras convulsões, porque convulsões mal controladas podem levar à redução na rapidez de processamento mental (retardo cognitivo), além de causar problemas emocionais e comportamentais e baixa qualidade de vida. Além disso, prevenir as convulsões previne a ocorrência de lesões e acidentes que podem ocorrer devido a uma convulsão.

Para ter certeza de que os medicamentos sejam tomados regularmente, os pais podem fazer o seguinte:

  • Usar um porta-comprimidos (com compartimentos para cada dia da semana, diferentes horas do dia, ou ambos).

  • Repor o estoque de medicamentos antes de ele terminar.

  • Incentivar a criança a assumir a responsabilidade de tomar o medicamento, mas continuar a supervisionar o processo até que criança aja de maneira confiável.

  • Discutir de antemão com o médico o que fazer caso a criança perca uma dose.