honeypot link

Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Considerações gerais sobre lesões provocadas pelo frio

Por

Daniel F. Danzl

, MD, University of Louisville School of Medicine

Última revisão/alteração completa mai 2019| Última modificação do conteúdo mai 2019
Clique aqui para a versão para profissionais

A pele e os tecidos subjacentes são mantidos numa temperatura constante (aproximadamente 37°C) pela circulação sanguínea e outros mecanismos. O sangue obtém o seu calor principalmente da energia que as células libertam quando processam os alimentos (metabolizam), havendo a necessidade de um fornecimento estável de alimentos e de oxigênio. Para um bom funcionamento de todas as células e dos tecidos do organismo, é necessário que o corpo mantenha uma temperatura normal. Numa pessoa com uma temperatura corporal baixa, a maioria dos órgãos, em especial o coração e o cérebro, torna-se lenta e deixa de funcionar.

A temperatura corporal baixa quando a pele é exposta a um ambiente mais frio. Como resposta a essa queda de temperatura, o organismo utiliza vários mecanismos protetores para gerar calor adicional. Por exemplo, os músculos produzem calor através dos calafrios. Os pequenos vasos sanguíneos que se encontram na pele contraem-se para desviar mais sangue para os órgãos vitais, como o coração e o cérebro. No entanto, como a quantidade de sangue quente que chega à pele é menor, zonas do corpo como os dedos das mãos e dos pés, as orelhas e o nariz resfriam-se mais rapidamente. Se a temperatura corporal cair muito abaixo dos 31 °C, esses mecanismos protetores deixam de funcionar e o organismo não pode voltar a se aquecer. Se a temperatura corporal cair abaixo de 28 °C, pode ocorrer a morte.

O risco de lesões provocadas pelo frio aumenta nas seguintes circunstâncias:

  • Quando o fluxo sanguíneo é demasiado lento

  • Quando o consumo de alimentos é inadequado

  • Quando ocorre desidratação ou exaustão

  • Quando o ambiente está úmido ou quando uma parte do corpo entra em contato com algo úmido

  • Quando a pessoa entra em contato com uma superfície metálica

  • Quando o oxigênio não é suficiente, tal como ocorre a grandes altitudes

Se a pele, os dedos das mãos e dos pés, as orelhas e o nariz estiverem bem protegidos ou ficarem expostos ao frio por pouco tempo, não haverá lesões, mesmo em climas extremamente frios.

Prevenção

Manter-se quente num ambiente frio requer várias camadas de roupa, de preferência de lã ou fibras sintéticas, como o polipropileno, porque esses materiais isolam mesmo estando molhados. Como o corpo perde uma grande quantidade de calor pela cabeça, é fundamental utilizar um gorro que proteja.

É igualmente útil comer bem e beber muitos líquidos (especialmente líquidos quentes). Os alimentos proporcionam nutrientes para serem metabolizados e os líquidos quentes fornecem diretamente calor e previnem a desidratação. As bebidas alcoólicas devem ser evitadas, pois o álcool dilata os vasos sanguíneos que se encontram na pele, fazendo com que o corpo se sinta temporariamente quente, mas, na realidade, há uma maior perda de calor.

Did You Know...

  • Tomar bebidas alcoólicas na realidade faz o corpo ficar mais frio, pois a dilatação dos vasos sanguíneos que faz a pessoa sentir-se quente permite a fuga de calor do corpo.

Lesões provocadas pelo frio incluem

Outros problemas relacionados com o frio incluem síndrome de Raynaud e reações alérgicas ao frio.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS