Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Fraturas dos dedos dos pés

Por

Danielle Campagne

, MD, University of San Francisco - Fresno

Última revisão/alteração completa jul 2019| Última modificação do conteúdo jul 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Qualquer dedo do pé pode sofrer fratura.

  • O dedo fraturado geralmente fica dolorido, inchado e sensível, e a unha pode descolorir.

  • Frequentemente, os médicos conseguem diagnosticar uma fratura do dedo do pé baseados em um exame físico.

  • O tratamento geralmente consiste em imobilizar o dedo fraturado junto com o dedo ao lado (chamado de “buddy taping”), mas se o dedo parece curvado de um modo anormal, os fragmentos de osso devem ser recolocados no lugar (redução).

Os dedos do pé podem ser fraturados quando as pessoas derrubam um objeto pesado sobre eles ou quando as pessoas batem o dedo em algo.

Sintomas

O dedo fraturado geralmente fica dolorido, inchado e sensível. Muitas vezes, o sangue se acumula sob a unha do dedo, sobretudo se ele tiver sido esmagado, formando uma mancha preto-arroxeada (hematoma subungueal).

As fraturas do dedão (hálux) tendem a ser mais graves do que as de outros dedos do pé. A dor é mais intensa, e há mais inchaço e manchas roxas. As pessoas podem não conseguir andar.

Diagnóstico

  • Avaliação de um médico

  • Em alguns casos, radiografias

(Consulte também Diagnóstico de fraturas.)

Frequentemente, os médicos conseguem diagnosticar uma fratura do dedo do pé baseados em um exame físico. Geralmente, as radiografias não são necessárias porque o tratamento é o mesmo, estando o dedo do pé fraturado ou não.

Se o dedão estiver fraturado ou se um dedo do pé estiver muito fora do lugar (deslocado) ou virado, são tiradas radiografias de vários ângulos diferentes.

Você sabia que...

  • Na maioria das fraturas dos dedos dos pés, não são necessárias radiografias.

Tratamento

  • Imobilização de dedos adjacentes

  • Para certas lesões, realinhamento dos ossos fraturados

  • Calçados confortáveis ou calçados ou botas especialmente desenhados

Geralmente, o único tratamento necessário para uma fratura de um dedo do pé é imobilizar o dedo fraturado junto ao dedo adjacente (chamado “buddy taping”) por várias semanas.

Se um dedo estiver anormalmente dobrado fora do lugar, ele pode ter que ser realinhado (reduzido).

Se houver sangue acumulado sob a unha do dedo, os médicos podem fazer um pequeno furo na unha com uma agulha ou fio quente (eletrocautério) para liberar o sangue e aliviar a dor. Geralmente, este procedimento (chamado trefinação) leva apenas alguns segundos, e não há necessidade de analgésicos.

Se o dedão está fraturado, a pessoa não deve exercer peso sobre o pé em questão e deve usar um sapato especialmente projetado para pessoas que passaram por cirurgia do pé. Esses sapatos têm abertura para os dedos, fechos de Velcro e sola rígida. Consultas de acompanhamento devem ser marcadas com o cirurgião ortopedista.

Se um outro dedo, que não o dedão, estiver fraturado, a pessoa deve usar sapatos confortáveis que protejam o dedo fraturado. Sapatos largos e macios exercem menos pressão sobre o dedo inchado, e sapatos de solas rígidas dão apoio à fratura. Se andar com sapatos comuns for muito doloroso, a pessoa pode usar sapatos ou botas especialmente projetados para pessoas que passaram por cirurgia do pé.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Articulação do ombro
Vídeo
Articulação do ombro
O ombro é formado por ossos, ligamentos, tendões e músculos que fixam o braço ao dorso. Os...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Ruptura da coifa dos rotadores
Modelo 3D
Ruptura da coifa dos rotadores

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS