Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Doença infecciosa leve por riquétsias

(Riquetsiose vesicular)

Por

William A. Petri, Jr

, MD, PhD, University of Virginia School of Medicine

Última revisão/alteração completa jul 2018| Última modificação do conteúdo ago 2018
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

A doença infecciosa leve por riquétsias é uma doença causada pela Rickettsia akari e disseminada por bichos-de-pé (larvas de ácaros) ou ácaros adultos.

  • Os sintomas de doença infecciosa leve por riquétsias, que são leves, incluem febre acompanhada de calafrios e sudorese, dor de cabeça, sensibilidade à luz, dores musculares e erupção cutânea.

  • Para diagnosticar a infecção, os médicos testam uma amostra da erupção cutânea e, às vezes, fazem exames de sangue.

  • A doença infecciosa leve por riquétsias é tratada com um antibiótico.

Riquétsias são um tipo de bactéria que consegue viver apenas no interior de células de outros organismos. As riquétsias que causam riquetsiose geralmente vivem em camundongos domésticos (o hospedeiro).

A doença infecciosa leve por riquétsias ocorre em muitas áreas dos Estados Unidos e na Rússia, Coreia e África. As riquétsias são transmitidas para as pessoas quando estas são picadas por um bichos-de-pé (larva de ácaro) ou um ácaro adulto. Os ácaros também podem transmitir a bactéria para camundongos domésticos.

Sintomas

Os sintomas de doença infecciosa leve por riquétsias são brandos. Uma pequena ulceração parecida com um botão, coberta por crosta preta (escara), surge no local da picada. Ela evolui para uma pequena ferida que deixa uma cicatriz quando curada.

Cerca de uma semana mais tarde, surgem outros sintomas. Eles incluem febre acompanhada de calafrios e sudorese, dor de cabeça, desconforto nos olhos quando são expostos à luz, dores musculares e erupção cutânea generalizada. Os linfonodos circundantes podem ficar inchados.

Diagnóstico

  • Avaliação de um médico

  • Biópsia e análises da erupção cutânea

  • Exames de sangue

O diagnóstico de doença infecciosa leve por riquétsias é sugerido pelos sintomas.

Para confirmar o diagnóstico, os médicos podem fazer um ensaio de imunofluorescência que usa uma amostra da erupção cutânea. Ou eles podem usar a técnica da reação em cadeia da polimerase (PCR) para possibilitar detectar as bactérias mais rapidamente.

Os médicos podem fazer análises de sangue que detectam anticorpos à bactéria. No entanto, a realização do teste uma vez não é o suficiente. O teste deve ser repetido de uma a três semanas mais tarde para verificar a existência de um aumento do nível de anticorpos. Assim, os testes de anticorpos não ajudam os médicos a diagnosticar a infecção imediatamente após alguém ficar doente, mas podem ajudar a confirmar o diagnóstico posteriormente.

Prevenção

A prevenção de doença infecciosa leve por riquétsias envolve o controle da população de camundongos e a utilização de pesticidas para matar os ácaros.

Tornar o ambiente menos atraente para camundongos pode ajudar. Por exemplo, as pessoas podem retirar pilhas de madeira, folhagem caída e lixo, e limpar a grama alta e o mato rasteiro ao redor das casas. Os camundongos podem se esconder e fazer ninhos nesses locais. Buracos e outras aberturas por onde os camundongos possam entrar nas casas devem ser fechados. Todos os alimentos devem ser armazenados em recipientes inacessíveis a camundongos.

Tratamento

  • Um antibiótico

O tratamento de doença infecciosa leve por riquétsias consiste em antibiótico, geralmente doxiciclina tomada por via oral durante pelo menos cinco dias.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Como lavar as mãos
Vídeo
Como lavar as mãos
Modelos 3D
Visualizar tudo
Herpes labial
Modelo 3D
Herpes labial

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS