Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Infecção por oxiúros

(Enterobiasis; Oxyuriasis)

Por

Richard D. Pearson

, MD, University of Virginia School of Medicine

Última revisão/alteração completa set 2020| Última modificação do conteúdo set 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
Recursos do assunto

A infecção por oxiúros é causada pelo verme nematódeo intestinal Enterobius vermicularis e geralmente afeta crianças, mas os membros adultos da sua residência e os prestadores de cuidados, pessoas em instituições e aquelas que têm contato anal-oral com um parceiro infectado durante o sexo também estão em risco.

  • As pessoas adquirem a infecção ao engolir ovos do verme nematódeo.

  • A infecção pode causar coceira ao redor do ânus.

  • A infecção pode ser diagnosticada ao encontrar os ovos ou, por vezes, o oxiúro adulto ao redor do ânus.

  • Um medicamento antiparasitário, como mebendazol, albendazol ou pamoato de pirantel administrado uma vez ao diagnóstico e uma vez duas semanas depois, geralmente cura a infecção.

A infecção por oxiúros é a infecção por nematódeos mais comum nos Estados Unidos, estimando-se que ocorra em 20 a 42 milhões de pessoas. O número de pessoas no mundo todo, originárias de todas as classes socioeconômicas, que estão infectadas já atinge um bilhão.

A maioria dos casos de oxiúros ocorre em crianças em idade escolar, em adultos que cuidam de crianças ou em familiares de uma criança infectada.

Você sabia que...

  • A infecção por oxiúros é a infecção por nematódeos mais comum nos Estados Unidos.

Transmissão de oxiúros

A infecção ocorre após os ovos (ova) de oxiúros serem engolidos. As larvas nos ovos eclodem no intestino delgado, depois migram para o intestino grosso. Lá, as larvas maturam dentro de 2 a 6 semanas e os vermes adultos se acasalam. Após os ovos se desenvolverem, o verme fêmea adulto se move para o reto e sai pelo ânus para colocar ovos. Os ovos são depositados em uma substância pegajosa e gelatinosa, que adere à pele ao redor do ânus. De lá, os ovos podem ser transferidos para as unhas, roupas de vestir, roupas da cama, brinquedos ou alimentos. Os ovos podem sobreviver fora do corpo por até três semanas, a uma temperatura ambiente normal.

Os ovos são muitas vezes introduzidos na boca a partir dos dedos ou de alimentos contaminados. As crianças podem se infectar novamente ao transferir os ovos da área ao redor do ânus para a boca. As crianças que chupam os polegares têm um risco maior de infecção, assim como adultos que vivem com crianças ou que praticam sexo oral-anal.

Sintomas

Muitas crianças que carregam oxiúros não têm sintomas. Porém, em algumas, a área ao redor do ânus coça porque os ovos e a substância pegajosa ao redor deles irritam a pele. Ao coçar, a pele pode irritar-se e infectar-se com bactérias. Nas meninas, os oxiúros podem causar coceira e irritação vaginal.

Diagnóstico

  • Exame microscópico de fita adesiva transparente aplicada ao redor do ânus para coletar ovos

  • Observação de vermes adultos ao redor do ânus

O diagnóstico de oxiúros é feito ao encontrar os ovos ou, menos comumente, oxiúros ao redor do ânus. Os ovos podem ser obtidos ao tocar as pregas cutâneas que rodeiam o ânus com a parte aderente de uma fita adesiva transparente. Isso deve ser feito logo cedo pela manhã, antes que a criança evacue ou limpe a área com papel. A fita adesiva é levada ao médico para exame ao microscópio. Os médicos podem pedir aos pais ou cuidadores que repitam este procedimento vários dias consecutivos para garantir a obtenção de ovos, se presentes.

A melhor maneira de procurar oxiúros adultos é ao examinar o ânus da criança cerca de 1 ou 2 horas depois que a criança foi dormir à noite. Os vermes são brancos e finos como fios de cabelo, mas movem-se e são visíveis a olho nu.

Prevenção

Mesmo com tratamento bem-sucedido de infecção por oxiúros, a reintrodução da infecção é comum, em parte porque os ovos podem sobreviver fora do corpo por três semanas. Assim, alguns médicos recomendam tratar a família toda.

Os procedimentos a seguir podem ajudar a prevenir a disseminação de oxiúros:

  • Lavar as mãos com água morna e sabonete depois de usar o vaso sanitário, depois de trocar fraldas e antes de manusear alimentos (a forma mais eficaz)

  • Lavar vestuário, roupa de cama e brinquedos com frequência

  • Passar aspirador de pó no ambiente para tentar eliminar os ovos

  • Se as pessoas contraírem a infecção, tomar um chuveiro todas as manhãs para ajudar a retirar os ovos da pele

  • Evitar contato oral-anal durante as relações sexuais

Tratamento

  • Mebendazol, albendazol, ou pamoato de pirantel (medicamentos usados para eliminar vermes – medicamentos anti-helmínticos)

Uma única dose de mebendazol, albendazol ou pamoato de pirantel, repetida duas semanas depois, geralmente cura a infecção por oxiúros.

Cremes e pomadas antipruriginosos, como vaselina fenicada, aplicados diretamente sobre a área perianal podem aliviar os sintomas.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS