Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Obtenção de uma segunda opinião

Por

Michael R. Wasserman

, MD, Los Angeles Jewish Home

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Apesar de muitas similaridades na formação, os médicos podem variar suas opiniões sobre como diagnosticar ou tratar alguns distúrbios. Essas diferenças podem ocorrer entre os melhores médicos. As diferenças ocorrem frequentemente porque as evidências de benefícios e riscos não são claras. Por exemplo, pode haver opiniões diferentes sobre se ou quando se deve realizar a medição do antígeno específico da próstata (PSA) para verificar a presença de câncer da próstata em homens sem sintomas. As diferenças nas recomendações também podem ser baseadas em quanto o médico está familiarizado com um teste ou tratamento, ou disposto a usar os exames e tratamentos mais recentes.

Por essas razões, obter uma segunda opinião de um médico diferente pode fornecer outras ideias e mais informações sobre o que fazer. Se a segunda opinião for igual, ela pode tranquilizar a pessoa e reduzir a ansiedade. Se forem diferentes, as opções podem ser ponderadas e o resultado uma escolha mais informada sobre o que fazer. O paciente também pode obter uma terceira opinião, especialmente se a segunda opinião for diferente da primeira.

Como obter uma segunda opinião

  • Deve-se verificar com o fornecedor do seguro de saúde para certificação de que os custos de uma segunda opinião serão cobertos. Geralmente, são. Também se deve perguntar e acompanhar qualquer procedimento especial para obtenção de uma segunda opinião.

  • Pode-se pedir que o médico recomende outro ou um especialista. A maioria dos médicos é receptiva a outra opinião. Contudo, o segundo médico não deve ser um amigo do primeiro, porque podem ter a mesma perspectiva. Se não se sentir confortável em pedir ao médico, pode-se pedir recomendações a outro médico de confiança. Caso contrário, os hospitais universitários, especialmente as sociedades de medicina (como o American College of Surgeons) ou os fornecedores de seguro podem oferecer nomes de médicos.

  • Deve-se enviar os registros médicos ao segundo médico antes da consulta. Então, o segundo médico terá tempo para analisar os registros, o que evita a repetição desnecessária de testes diagnósticos. De acordo com a Lei de portabilidade e responsabilidade por seguro de saúde (Health Insurance Portability and Accountability Act, HIPAA), exige-se que seja fornecida uma permissão por escrito do médico original para encaminhar qualquer registro ou resultados de teste.

  • As dúvidas e queixas sobre o seu distúrbio devem ser escritas e listadas para discutir com o segundo médico.

  • Então, deve-se ir ao médico para obter a segunda opinião. Não é aconselhado depender de telefone ou Internet. Para uma segunda opinião ser significativa, o médico deve analisar completamente os registros médicos e realizar todas as partes relevantes de um exame físico.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
O corpo humano: Células, tecidos, órgãos e sistemas
Vídeo
O corpo humano: Células, tecidos, órgãos e sistemas

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS