Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Fatos rápidos

Infecção intra-amniótica

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa set 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos
Recursos do assunto

O que é o líquido amniótico?

O líquido amniótico é o líquido que rodeia o bebê quando a mulher está grávida. O líquido amniótico fica dentro do saco amniótico. O saco amniótico se forma dentro do útero quando a mulher está grávida. Ele contém o bebê e o líquido amniótico. Quando o trabalho de parto tem início, o saco amniótico se rompe (estoura) e o líquido amniótico sai. Quando isso ocorre, é dito que a “bolsa estourou”.

O que é uma infecção intra-amniótica?

Uma infecção intra-amniótica é uma infecção do líquido ou do saco amniótico. Ela ocorre quando bactérias (micróbios) da vagina (canal vaginal) entram no útero. A infecção pode ser prejudicial ao bebê. Ela também pode causar problemas graves para a mãe.

  • As bactérias conseguem entrar mais facilmente no útero depois que a bolsa estoura

  • A mulher tem uma maior probabilidade de desenvolver uma infecção, se ela tiver determinadas bactérias na vagina, como estreptococos

  • Quanto mais tempo passar entre o horário em que a bolsa estoura e o nascimento, maior é a chance de ter uma infecção

  • É por esse motivo que o médico tenta fazer que o parto do bebê ocorra no prazo de 24 horas após a bolsa ter estourado

Quais são os sintomas de uma infecção intra-amniótica?

A mulher pode não ter sintomas ou ela pode ter:

  • Febre

  • Dor na parte inferior do ventre

  • Secreção vaginal com odor fétido

  • Aumento na frequência cardíaca da mulher ou do bebê

Quais são os riscos de uma infecção intra-amniótica?

No bebê, uma infecção intra-amniótica pode aumentar o risco de ele ter os seguintes problemas:

  • Parto prematuro

  • Uma quantidade insuficiente de oxigênio no sangue do bebê no momento do parto

  • Infecções, como infecção na corrente sanguínea

  • Convulsões (movimentos bruscos súbitos) 

  • Paralisia cerebral (danos ao cérebro que afetam os músculos do bebê)

  • Morte

Na mulher, uma infecção intra-amniótica pode aumentar o risco de ela ter os seguintes problemas:

  • Uma infecção da corrente sanguínea

  • Necessidade de fazer uma cirurgia para realizar o parto do bebê, chamada de parto por cesariana (cesariana)

  • Infecção nas incisões (os cortes feitos pelo médico) durante o trabalho de parto

  • Sangramento após o parto

  • Um acúmulo de pus (abscesso) em torno do útero

  • Coágulos sanguíneos nas pernas

De que maneira o médico sabe que a mulher está com uma infecção intra-amniótica?

  • Normalmente, o médico identifica que a mulher está com uma infecção intra‑amniótica através de um exame físico

  • Caso o médico acredite que a mulher está com uma infecção intra-amniótica, é possível que ela realize um exame de sangue

  • Se a bolsa tiver estourado de maneira prematura ou se a mulher entrar em trabalho de parto antes de 37 semanas de gestação, é possível que o médico também faça um exame em uma amostra do líquido amniótico

De que maneira o médico trata uma infecção intra-amniótica?

Para tratar a infecção intra-amniótica, o médico:

  • Administra antibióticos por via intravenosa (diretamente na veia) à mulher

  • Faz o parto do bebê assim que possível

De que maneira uma infecção intra-amniótica pode ser evitada?

Não há muito que a mulher possa fazer para evitar uma infecção intra‑amniótica, mas o médico pode fazer algumas coisas:

  • Se a bolsa tiver estourado prematuramente, o médico realiza um exame pélvico na mulher, caso necessário

  • O médico também administra antibióticos por via oral ou por via intravenosa à mulher

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS