Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Fatos rápidos

Tratamento medicamentoso do diabetes

Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos

Por que as pessoas com diabetes precisam tomar medicamentos?

Se a glicemia permanecer excessivamente alta por muito tempo, a pessoa terá complicações do diabetes Complicações do diabetes O diabetes é uma doença na qual os níveis de açúcar (glicose) no sangue estão excessivamente altos. A pessoa terá diabetes se a maneira pela qual o organismo normalmente controla o nível de... leia mais graves. Se não for possível manter os níveis de glicose no sangue controlados apenas com o cuidado na alimentação e a prática regular de exercícios, será necessário tomar medicação. A medicação que o médico receita vai depender do tipo de diabetes que a pessoa tem e do nível de glicose no sangue da pessoa.

Contudo, às vezes, os medicamentos para diabetes fazem com que os níveis de glicose no sangue fiquem excessivamente baixos. Um nível baixo de açúcar no sangue é denominado hipoglicemia Hipoglicemia O prefixo “hipo” significa baixo(a). O termo “glicemia” diz respeito à quantidade de açúcar (glicose) no sangue (glicose no sangue). Assim, a hipoglicemia ocorre quando há uma redução excessiva... leia mais .

O que é insulina?

A insulina é um hormônio natural produzido pelo organismo que reduz os níveis de glicose no sangue. A insulina também vem na forma de uma medicação que a pessoa pode tomar. A maioria das pessoas que precisa tomar insulina o faz através de injeção. Uma apresentação de insulina recém-lançada pode ser tomada através de inalador.

É preciso tomar insulina?

Se a pessoa tiver diabetes tipo 1, ela é obrigada a tomar insulina. No caso de diabetes tipo 1, o organismo não produz insulina.

Se a pessoa tiver diabetes tipo 2, provavelmente ela não precisará tomar insulina, a não ser que os outros medicamentos não consigam controlar bem os níveis de glicose no sangue.

Quais tipos de insulina a pessoa pode usar?

Há diversas apresentações da insulina, dependendo da rapidez com que ela começa a agir e a duração:

  • A insulina de ação rápida começa a atuar no prazo de cinco a quinze minutos e dura aproximadamente quatro horas; a pessoa pode injetar a insulina de ação rápida imediatamente antes de comer

  • A insulina regular começa a atuar no prazo de 30 a 60 minutos e dura entre seis a oito horas

  • A insulina de ação intermediária começa a atuar no prazo de uma a duas horas e dura aproximadamente um dia

  • A insulina de ação prolongada tem um efeito muito pequeno nas primeiras horas, mas dura entre 20 e 36 horas

É possível que a pessoa tome mais de um tipo de insulina. Além disso, a insulina pode ser tomada uma vez ou várias vezes ao dia. O tipo utilizado e a frequência dependem de vários fatores, incluindo:

  • O grau de sensibilidade dos níveis de glicose no sangue quanto a alterações na dieta e na atividade

  • Com que frequência a pessoa está disposta a testar o próprio nível de glicose no sangue

  • Com que frequência a pessoa está disposta a aplicar as injeções em si mesma

  • Quão rigorosamente a pessoa consegue seguir a rotina de dieta e atividade física

O médico determinará qual tipo de insulina é melhor para a pessoa. Algumas pessoas recebem a mesma quantidade de insulina todos os dias. Outras pessoas mudam a quantidade de insulina que elas tomam todo dia, dependendo da dieta, do grau de atividade física e dos níveis de glicose no sangue. A necessidade de insulina da pessoa pode mudar caso ela ganhe ou perca peso, modifique a quantidade de exercícios que pratica, tenha um nível elevado de estresse emocional ou tenha uma doença ou uma infecção.

Como a insulina é tomada?

Com frequência, a insulina é tomada na forma de injeção sob a pele. Há vários modos de tomar injeções de insulina:

  • Uma seringa de insulina que é enchida a partir de um frasco de insulina

  • Uma caneta de insulina (um tipo de injeção com várias doses de insulina): a caneta tem um botão que é girado para ajustar a dose de insulina e um botão que é pressionado para injetar a insulina

  • Uma bomba de insulina (um aparelho alimentado por pilhas que bombeia insulina através de uma agulha pequena que fica inserida sob a pele)

Maneiras menos frequentes de tomar insulina podem incluir:

  • Uma bomba de inalação que permite que a pessoa inale a insulina

  • Uma bomba de ar que sopra a insulina sob a pele

Que problemas podem ser causados pela insulina?

Os níveis de glicose no sangue podem ficar demasiadamente baixos (hipoglicemia Hipoglicemia O prefixo “hipo” significa baixo(a). O termo “glicemia” diz respeito à quantidade de açúcar (glicose) no sangue (glicose no sangue). Assim, a hipoglicemia ocorre quando há uma redução excessiva... leia mais ) se a pessoa estiver tomando insulina em excesso ou não estiver comendo em intervalos regulares.

Com o passar do tempo, o organismo pode se tornar resistente à insulina. Isso significa que o organismo pode precisar uma quantidade cada vez maior de insulina para obter o mesmo resultado.

Além disso, o local onde a injeção é administrada pode também apresentar problemas, como:

  • Reação alérgica, o que causa dor, queimação, rubor, coceira e inchaço

  • Depósitos de gordura, que fazem com que a pele tenha um aspecto irregular

  • Covas na pele

É possível evitar a maioria desses problemas se a pessoa aplicar a injeção em locais diferentes do corpo.

Quais outros medicamentos são utilizados para tratar o diabetes?

Além da insulina, vários outros tipos de medicamentos são usados para controlar os níveis de glicose no sangue nas pessoas com diabetes. Alguns são tomados por via oral e outros são injetados. Às vezes, é necessário tomar mais de um medicamento ou é preciso tomar insulina juntamente com esses medicamentos. O médico escolhe o medicamento adequado para o diabetes de cada pessoa para que os níveis de glicose no sangue fiquem controlados sem permitir que eles fiquem excessivamente baixos.

Os medicamentos para diabetes atuam de várias formas para controlar os níveis de glicose no sangue, incluindo:

  • Estimular o pâncreas (o órgão no abdômen onde a insulina é produzida) a secretar uma quantidade maior da própria insulina

  • Impedir que o fígado libere glicose para dentro da corrente sanguínea

  • Impedir que o estômago e o intestino permitam que a glicose nos alimentos chegue à corrente sanguínea

Quando estiver tomando insulina ou outros medicamentos para diabetes, é importante medir o nível de glicose no sangue com frequência e ir ao médico para:

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Teste os seus conhecimentos

Paralisia das cordas vocais
A paralisia das cordas vocais é a incapacidade de mover os músculos que controlam as cordas vocais. A paralisia pode afetar uma ou as duas cordas vocais. A paralisia de ambas as cordas vocais é potencialmente fatal. Das opções seguintes, qual é a causa mais provável de paralisia de ambas as cordas vocais?
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS