Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando
Fatos rápidos

Diabetes

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa set 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

O que é diabetes?

O diabetes é uma doença na qual os níveis de açúcar (glicose) no sangue estão excessivamente altos.

A pessoa terá diabetes se a maneira pela qual o organismo normalmente controla o nível de glicose no sangue não funcionar corretamente.

  • Existem dois tipos de diabetes mellitus: tipo 1 e tipo 2

  • As pessoas com diabetes tipo 1 precisam tomar injeções de insulina (às vezes, o tipo 1 é chamado de diabetes insulinodependente)

  • Algumas pessoas com diabetes tipo 2 precisam tomar insulina, mas muitas conseguem fazer o controle apenas com comprimidos e modificando a dieta

  • Os dois tipos de diabetes podem causar graves problemas de longo prazo, como ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais

  • Não existe cura para o diabetes, mas ele pode ser controlado tomando insulina ou outros medicamentos e modificando a alimentação

O que é glicose no sangue?

A glicose no sangue (glicemia) é:

  • A principal fonte de energia do organismo

A glicose no sangue não vem apenas do açúcar encontrado em bebidas ou que é colocado nos alimentos. A glicose no sangue vem de diversos tipos de alimentos como, por exemplo:

  • Pão

  • Fruta

  • Massas

  • Batatas

Todos esses alimentos e muitos outros contêm carboidratos. O organismo transforma os carboidratos em glicose no sangue.

De que maneira o organismo controla o nível de glicose no sangue?

O organismo controla a quantidade de glicose que sai do sangue e entra nas células com uma substância chamada:

  • Insulina

A insulina é um hormônio que o organismo fabrica no pâncreas. O pâncreas é um órgão no abdômen que fica atrás do estômago.

Depois de comer, o organismo absorve os alimentos e o nível de glicose no sangue aumenta. O pâncreas detecta o aumento da glicose no sangue e começa a produzir insulina. A insulina diz às células do organismo que elas precisam absorver a glicose do sangue. Quando o nível de glicose no sangue está correto, o pâncreas para de secretar insulina.

O que causa o diabetes?

O diabetes diz respeito a um problema com insulina.

Há dois tipos principais de diabetes:

  • No diabetes tipo 1, o pâncreas não produz insulina, porque as células responsáveis por fabricá-la foram destruídas

  • No diabetes tipo 2, o pâncreas produz a quantidade certa de insulina, mas as células do organismo não respondem à insulina como deveriam

O consumo de alimentos açucarados não causa diabetes. Contudo, consumir uma quantidade tão exagerada que a pessoa acaba por ficar com excesso de peso pode causar o diabetes tipo 2.

O diabetes tipo 1 costuma surgir antes dos 30 anos de idade, geralmente em crianças e adolescentes.

O surgimento do diabetes tipo 2 pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais comum em pessoas que:

  • Têm excesso de peso ou obesidade

  • Têm mais de 30 anos de idade

  • São de determinadas raças ou etnias (nos Estados Unidos, o índice de desenvolvimento de diabetes em pessoas da raça negra, asiática, indígena americana ou hispânica é maior que o de pessoas da raça branca)

  • Têm pessoas na família que têm diabetes tipo 2

Algumas mulheres desenvolvem diabetes tipo 2 durante a gravidez. Esse distúrbio é chamado de diabetes gestacional.

Quais são os sintomas do diabetes?

Os sintomas do diabetes tipo 1 costumam ter um início súbito. É possível que a pessoa:

  • Urine bastante

  • Fique com muita sede e beba muito líquido

  • Tenha dores abdominais (especialmente crianças)

  • Coma mais do que o costume, mas mesmo assim perca peso

  • Tenha visão embaçada

  • Sinta sonolência ou enjoo

Às vezes, um problema perigoso chamado cetoacidose diabética pode ocorrer. Ele tem início súbito e pode ser o primeiro sinal de que a criança tem diabetes. Se a pessoa tiver cetoacidose diabética, é possível que ela:

  • Tenha hálito com odor frutado e parecido com acetona

  • Respire de maneira profunda e muito rápida

  • Tenha enjoo e vômitos

  • Sinta fraqueza e cansaço geral

É possível que os sintomas do diabetes tipo 2 surjam lentamente. Às vezes, a pessoa passa muitos anos sem ter sintomas. Quando eles surgem, é possível notar que a pessoa:

  • Urina com mais frequência e tem um volume de urina maior

  • Bebe muita água

Esses sintomas pioram com o passar das semanas e meses. É possível que a pessoa também:

  • Sinta muita fraqueza e cansaço geral

  • Tenha visão embaçada

  • Fique desidratada (quando a pessoa não tem água suficiente no organismo)

Quais são as complicações do diabetes?

Se os níveis de glicose no sangue permanecerem elevados por muito tempo, isso pode causar muitos problemas. A maioria dos problemas ocorre, porque o diabetes causa o entupimento dos vasos sanguíneos. Quando os vasos sanguíneos estão entupidos, os órgãos não conseguem receber a quantidade certa de sangue. Por isso, a pessoa pode ter:

De que maneira o médico sabe que a pessoa tem diabetes?

O médico faz um exame de sangue para verificar:

  • Níveis de glicose no sangue

Os médicos costumam medir o nível de glicose no sangue no início da manhã, antes de a pessoa ter comido alguma coisa. Esse exame é chamado de glicemia em jejum. O médico precisa medir a glicemia em jejum, porque o nível de glicose no sangue sobe e desce durante o dia, dependendo da quantidade de alimento consumido.

Em relação à glicemia em jejum:

  • Ela é normal se for inferior a 100

  • Se ficar entre 100 e 125, a pessoa tem risco de ter diabetes

  • Se ela for 126 ou superior, a pessoa tem diabetes

Outro exame que o médico pode fazer é o exame de:

  • Hemoglobina A1C

A hemoglobina é uma substância encontrada dentro dos glóbulos vermelhos. Ela carrega o oxigênio no sangue. A glicose no sangue se liga à hemoglobina e forma a hemoglobina A1C.

  • Quanto mais elevado for o nível de glicose no sangue, maior será o nível de hemoglobina A1C

Uma vez que a hemoglobina A1C dura bastante tempo, a quantidade no sangue demora bastante para mudar. Assim, o nível de hemoglobina A1C informa ao médico os níveis de glicose no sangue dos últimos dois a três meses. A pessoa com um nível de hemoglobina A1C superior a 6,5% tem diabetes.

De que maneira o médico trata o diabetes?

O diabetes não tem cura. O objetivo do tratamento é manter o nível de glicose no sangue o mais próximo possível do normal.

  • Quanto melhor a pessoa controlar o nível de glicose no sangue, menor será a chance de ela ter complicações

O tratamento do diabetes inclui:

  • Seguir uma dieta adequada

  • Atividade física

  • Perder peso se a pessoa estiver com excesso de peso

  • Medicamentos

  • Medir a própria glicemia regularmente

Se a pessoa tiver diabetes, ela deve aprender o máximo possível sobre essa doença. A pessoa deve conversar com um profissional de saúde especializado em educação sobre o diabetes. O profissional de saúde pode ajudar a pessoa a entender o que deve comer, quanta atividade física deve praticar, como medir a própria glicemia e como corrigir os níveis de insulina (se necessário).

O que a pessoa deve comer?

O organismo não consegue responder a alterações no nível de glicose no sangue; por isso, é importante:

  • Fazer refeições e lanches aproximadamente no mesmo horário todos os dias

  • Consumir aproximadamente a mesma quantidade de alimentos todos os dias

  • Limitar a quantidade de carboidratos (como pão) e alimentos gordurosos em cada refeição

  • Consumir uma quantidade maior de verduras e carboidratos que se decompõem lentamente, como os que se encontram em frutas, grãos integrais e em alimentos ricos em fibra

  • Limitar o consumo de alimentos processados, como doces, biscoitos, bolos e itens de confeitaria

  • Evitar o consumo de bebidas açucaradas, como refrigerantes, chá gelado doce, limonada, sucos artificiais e bebidas esportivas

  • Limitar o número de bebidas alcoólicas a apenas uma por dia se for mulher e duas por dia se for homem

Quanta atividade física a pessoa deve fazer?

A pessoa deve tentar exercitar-se pelo menos um pouco todos os dias.

  • A prática de exercícios ajuda a manter um peso saudável e a controlar os níveis de glicose

  • A pessoa deve conversar com o médico ou outro profissional de saúde para descobrir quanta atividade física ela deve praticar e quais são os melhores exercícios para ela

  • Uma vez que ocorre uma redução do nível de glicose no sangue quando a pessoa se exercita, talvez seja necessário comer um lanche ou administrar menos insulina antes de uma sessão de exercícios prolongada

A pessoa deve perder peso?

Se a pessoa tiver diabetes tipo 2, é muito importante tentar perder peso caso ela tenha excesso de peso.

  • Perder peso ajudará a controlar o nível de glicose no sangue

Às vezes, se a pessoa perder peso suficiente, talvez ela não precise de medicação.

Se a pessoa tiver diabetes tipo 1, perder peso não ajuda a controlar os níveis de glicose no sangue. Contudo, o excesso de peso não é saudável para ninguém.

Por que a pessoa deve medir a própria glicemia?

A pessoa precisa medir a própria glicemia, porque os níveis de glicose no sangue variam o tempo todo dependendo:

  • De quanto a pessoa come

  • Do nível de atividade da pessoa

  • Do nível de estresse da pessoa

  • De se a pessoa tem uma infecção

  • Dos medicamentos que a pessoa está tomando

  • Do horário do dia

Se a pessoa apresentar mudanças significativas nos níveis de glicose no sangue, talvez seja necessário que ela modifique a dieta ou a medicação que toma.

O médico orienta com que frequência e como a pessoa deve medir a própria glicemia. Se a pessoa tiver diabetes tipo 1, normalmente a glicemia precisa ser medida várias vezes por dia. Se a pessoa tiver diabetes tipo 2, geralmente ela é medida com menos frequência.

A glicemia costuma ser medida da seguinte maneira:

  • A pessoa fura o dedo com um instrumento pequeno e afiado chamado lanceta para obter uma gota de sangue

  • Depois, a pessoa coloca a gota de sangue em uma pequena fita reativa

  • A fita reativa é então colocada dentro de um pequeno aparelho que faz a medição da glicemia

A pessoa então anota o nível de glicemia toda vez que ela for medida para poder informar os resultados ao médico. O médico examina esses valores para ver se a pessoa precisa fazer modificações à medicação ou à dieta. Se a pessoa deixar de medir a glicemia, os níveis de glicose podem ficar excessivamente elevados, mas ninguém ficará sabendo.

Algumas pessoas utilizam um sistema de monitoramento contínuo de glicose, que utiliza um pequeno sensor colocado sob a pele conectado a um aparelho que fica preso à cintura como um telefone celular, que mostra em uma tela os níveis de glicemia da pessoa em intervalos de alguns minutos.

É possível que o médico também meça a concentração de hemoglobina A1C no sangue a cada três a seis meses. Isso permite que ele veja quão controlada está a glicose no sangue com o passar do tempo.

É preciso tomar medicação?

  • Se a pessoa tiver diabetes tipo 1, ela precisa tomar injeções de insulina e aprenderá a modificar a quantidade de insulina aplicada com base nos níveis de glicose no sangue

  • Se a pessoa tiver diabetes tipo 2, ela precisará tomar medicamentos por via oral, mas talvez ela também precise tomar injeções de insulina

Onde é possível encontrar mais informações sobre o diabetes?

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Diabetes mellitus
Vídeo
Diabetes mellitus
Durante o processo digestivo, uma grande parte dos alimentos consumidos é convertida em glicose...

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS