Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando
Fatos rápidos

Transtorno bipolar

(Transtorno maníaco-depressivo)

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

O que é transtorno bipolar?

Transtorno bipolar é um transtorno mental em que ocorrem períodos de depressão e período de mania.

Depressão é quando a pessoa se sente tão triste que não consegue realizar atividades diárias ou não quer fazer as coisas de que costumava gostar.

Mania é um estado em que a pessoa tem energia e autoconfiança extremamente elevadas, se distrai facilmente e toma decisões arriscadas.

  • O transtorno bipolar costuma ter início quando a pessoa está na adolescência ou entre os vinte ou trinta anos de idade

  • É provável que o transtorno bipolar seja um mal de família

  • De modo geral, o humor é normal quando a pessoa não está tendo um período de depressão ou de mania

  • Os médicos tratam o transtorno bipolar com medicação e psicoterapia

Há dois tipos de transtorno bipolar: o bipolar tipo 1 e o bipolar tipo 2.

Se a pessoa tiver transtorno bipolar tipo 1, ela tem:

  • No mínimo um período de mania que impede a pessoa de realizar as atividades diárias e que pode incluir delírios (quando a pessoa não consegue diferenciar o que é real)

  • Geralmente, períodos de depressão

Se a pessoa tiver transtorno bipolar tipo 2, ela tem:

  • No mínimo um período de mania menos grave (hipomania)

  • Períodos de depressão grave

O que causa o transtorno bipolar?

Os médicos não sabem exatamente o que causa o transtorno bipolar. É possível que os genes (informações genéticas que a pessoa herda dos pais e avós) sejam uma das causas.

Os períodos de mania (episódios maníacos) podem ser desencadeados por:

  • Concentrações mais altas ou mais baixas de determinadas substâncias químicas (neurotransmissores) no organismo; os neurotransmissores são substâncias químicas, como serotonina e noradrenalina, que são utilizadas pelas células nervosas para enviar mensagens para o cérebro e o organismo

  • Tumores cerebrais ou outros distúrbios cerebrais

  • Um evento estressante

  • Entorpecentes, como cocaína

  • Outros problemas de saúde, como problemas de tireoide

Quais são os sintomas do transtorno bipolar?

Os períodos (episódios) de depressão ou mania aparecem e desaparecem. O humor da pessoa entre os episódios pode ser normal. Episódios de depressão e de mania podem durar desde algumas semanas até seis meses.

Sintomas de depressão:

  • Sentir-se extremamente triste

  • Ter menos interesse em atividades, mesmo aquelas de que a pessoa costumava gostar

  • Pensar e movimentar-se lentamente

  • Sentir desesperança e culpa

  • Dormir mais que o habitual

  • Ver coisas que não são reais

Sintomas de mania:

  • Sentir muita autoconfiança e pensar que está na melhor situação possível

  • Ter muita energia

  • Irritar-se facilmente

  • Dormir menos que o habitual

  • Falar mais

  • Distrair-se facilmente e ficar mudando de uma atividade para outra

  • Participar de atividades arriscadas, como jogos de aposta ou ter relações sexuais sem pensar nos efeitos

  • Às vezes, ver e ouvir coisas que não são reais

A pessoa com mania grave (psicose maníaca) pode ter os seguintes sintomas:

  • Crença falsa de que ela é especial, por exemplo, pensar que é Jesus ou um gênio

  • Pensar que ela está sendo perseguida pelas outras pessoas, por exemplo, pensar que está sendo vigiada pela polícia

  • Atividade extrema, por exemplo, ficar correndo de um lado para outro, gritando e cantando

  • Não pensar nem agir plausivelmente

A pessoa com mania grave precisa ir para o hospital imediatamente.

Como o médico sabe que a pessoa tem transtorno bipolar?

O médico suspeita de transtorno bipolar com base no padrão de sintomas. Quando a pessoa tem mania, é possível que ela não consiga informar de maneira exata os sintomas, porque ela não acha que há algo errado com ela. Assim, é possível que o médico peça informações a pessoas da família.

Além disso, é possível que o médico faça exames de sangue ou urina para ver se os sintomas podem estar sendo causados por outros medicamentos ou problemas de saúde.

De que maneira o médico trata o transtorno bipolar?

Os médicos poderão:

  • Receita medicação, como lítio ou valproato

  • Presta terapia psicológica em grupo ou individual (psicoterapia)

  • Se a medicação não ajudar com a depressão, administra eletroconvulsoterapia (antigamente denominada terapia de choque)

Na eletroconvulsoterapia, o médico administra medicação para que a pessoa durma e depois envia uma corrente elétrica ao cérebro. Os médicos não sabem por que isso ocorre, mas a corrente elétrica frequentemente faz com que a depressão desapareça.

Se a pessoa tiver mania ou depressão graves ou estiver correndo riscos que poderiam resultar em problemas sérios, é possível que o médico trate a pessoa no hospital.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS