Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando
Fatos rápidos

Demência

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa abr 2019| Última modificação do conteúdo abr 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

O que é demência?

Demência é um problema no cérebro que faz com que seja difícil lembrar, pensar e aprender. A maioria dos casos de demência começa pouco a pouco e tem início depois dos 65 anos.

  • É normal o cérebro mudar com a idade, mas demência não é uma parte normal do envelhecimento

  • A maioria dos casos de demência é causada pela doença de Alzheimer, um distúrbio cerebral

  • Os sintomas começam geralmente com esquecimento de eventos recentes, além da pessoa se perder facilmente

  • Os sintomas pioram ao longo dos 2 a 10 anos seguintes, a ponto de ser necessário ajuda em tarefas diárias, como comer e caminhar

  • Os médicos tentam desacelerar a perda de memória pelo máximo tempo possível e ajudar a pessoa com demência a se manter segura

O que causa a demência?

A demência é uma doença do cérebro. Ela pode não ter uma causa específica ou pode ser causada por muitos distúrbios.

A maioria dos casos de demência em pessoas idosas é causada por

Outros problemas cerebrais que podem causar demência incluem:

Alguns problemas podem piorar a demência:

  • Outros problemas de saúde, como insuficiência cardíaca e doenças da tireoide

  • Álcool

  • Medicamentos, como remédios para dormir, medicamentos para resfriado e medicamentos para ansiedade

Quais são os sintomas de demência?

A demência causa problemas de:

  • Memória

  • Uso da linguagem

  • Personalidade

  • Clareza do pensamento

Esses problemas dificultam a realização de tarefas diárias normais, como fazer compras, preparar refeições e controlar o dinheiro. As pessoas também podem ter problemas para se comportar adequadamente.

Com o passar do tempo, os sintomas pioram.

Sintomas precoces de demência:

  • Esquecer-se de coisas que acabaram de acontecer

  • Esquecer onde estão as coisas

  • Ter dificuldade em encontrar a palavra certa para dizer e em entender o que outros dizem

  • Esquecer-se de pagar as contas

  • Ter mais dificuldades com números do que o normal

  • Perder-se ao dirigir em áreas familiares

  • Ficar mais emotivo, por exemplo, mudando rapidamente de feliz para infeliz

Familiares e amigos muitas vezes observam que a pessoa não parece a mesma de sempre. No início, as diferenças podem ser sutis. Às vezes, a própria pessoa é a primeira a observar que está tendo dificuldades com as coisas. Essas dificuldades muitas vezes a deixam frustrada e infeliz.

Sintomas intermediários de demência:

  • Perder-se dentro de casa, como dificuldade em encontrar o banheiro ou o quarto

  • Não reconhecer pessoas e objetos familiares

  • Ficar facilmente confuso e incapaz de aprender informações novas ou seguir orientações simples

  • Não ser mais seguro dirigir

  • Precisar de ajuda para tomar banho, vestir-se e alimentar-se

  • Não entender conversas normais

  • Agir de forma incomum, como gritar, tirar a roupa em público, agredir e repetir perguntas

  • Ter problemas em adormecer e permanecer dormindo

As alterações de personalidade se tornam mais graves. Pessoas com demência podem ficar temerosas e desconfiadas. Algumas ficam irritáveis e hostis. Outras ficam retraídas e deprimidas.

Sintomas tardios de demência:

  • Perder toda a memória de eventos recentes e passados

  • Tornar-se incapaz de entender conversas

  • Não conhecer familiares próximos ou sua própria face no espelho

  • Não conseguir caminhar, alimentar-se ou realizar outras tarefas diárias

Na demência tardia, as pessoas perdem quase toda a função cerebral. Elas não conseguem sair da cama ou até mesmo se mover. Finalmente, não conseguem nem mesmo engolir os alimentos colocados em sua boca.

Como os médicos sabem se uma pessoa tem demência?

Os médicos farão perguntas à pessoa e seus familiares sobre sintomas. Eles também farão testes de memória e outros testes cerebrais.

Para verificar se outro problema de saúde está causando a demência, os médicos farão um exame físico e exames de sangue. Eles também realizam exames de diagnóstico por imagem, como tomografia computadorizada (TC) ou imagem por ressonância magnética (RM) para procurar anormalidades do cérebro.

Como os médicos tratam a demência?

Os médicos poderão:

  • Tratar outros problemas de saúde que causaram ou pioraram a demência

  • Interromper qualquer medicamento que tenha piorado a demência

  • Administrar medicamentos que desaceleram a perda de memória e ajudam nas mudanças de comportamento

  • Explicar a importância de uma rotina diária de banho, alimentação, sono e exercícios

  • Ajudar a criar um plano de segurança em casa (por exemplo, colocando sinalizações com lembretes como “lembre-se de desligar o fogão” e agendando visitas de familiares ou amigos)

  • Perguntar sobre os desejos de final da vida, como mudar-se para uma casa de repouso e sobre receber RCP ou ser colocada em ventilador

Criação de um ambiente benéfico para as pessoas com demência

As pessoas com demência podem se beneficiar de um ambiente que seja:

  • Seguro: Normalmente são necessárias medidas adicionais de segurança. Podem ser colocados, por exemplo, grandes sinalizações como lembretes de segurança (como “lembre-se de desligar o fogão”) ou podem ser instalados temporizadores nos fornos ou nos equipamentos elétricos. Esconder as chaves do carro pode ajudar a prevenir acidentes e colocar detectores nas portas pode ajudar a prevenir o ato errante. Se o ato errante for um problema, é útil colocar uma pulseira ou um colar de identificação.

  • Familiar: as pessoas com demência geralmente se desenvolvem melhor num ambiente familiar. A mudança para uma nova casa ou cidade, a reorganização dos móveis ou até mesmo uma repintura podem causar problemas.

  • Estável: Estabelecer uma rotina regular para tomar banho, comer, dormir e outras atividades pode proporcionar uma sensação de estabilidade às pessoas com demência. O contato regular com as mesmas pessoas também pode ajudar.

  • Repleto de lembretes: um calendário diário grande, um relógio com números grandes, um rádio, cômodos bem iluminados, e uma lâmpada noturna para terem noção de que horas são e de onde estão. Além disso, os familiares e cuidadores podem sempre dizer quem são toda vez que virem a pessoa. Eles também podem fazer comentários frequentes que lembrem as pessoas com demência de onde elas estão e o que está acontecendo.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Punção lombar
Vídeo
Punção lombar
A medula espinhal é um feixe de nervos que percorre desde a base do cérebro por todas as costas...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Coluna vertebral e medula espinhal
Modelo 3D
Coluna vertebral e medula espinhal

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS