Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando
Fatos rápidos

Esclerose sistêmica

(Esclerodermia)

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa jun 2019| Última modificação do conteúdo jun 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

O que é a esclerose sistêmica?

Esclerose sistêmica provoca cicatrizes na pele, articulações, órgãos e vasos sanguíneos.

  • Esclerose sistêmica é uma doença rara

  • Ela é mais comum em mulheres do que em homens e, geralmente, se desenvolve em pessoas entre 20 e 50 anos de idade

  • A esclerose sistêmica pode provocar o estiramento e endurecimento da pele e danificar outros órgãos

  • Você pode ter problemas em apenas uma parte de seu corpo ou ter problemas em múltiplos órgãos no corpo

  • Esclerose sistêmica piora com o passar do tempo, mas o tratamento pode diminuir seus sintomas

O que causa esclerose sistêmica?

Esclerose sistêmica acontece quando seu tecido produz colágeno e outras proteínas em excesso. Colágeno é uma proteína que ajuda a dar estrutura à sua pele, unhas, cabelo, tendões e outros tecidos. O excesso de colágeno pode causar endurecimento e cicatrizes.

Os médicos não sabem o que causa a esclerose sistêmica.

Quais são os sintomas da esclerose sistêmica?

Os sintomas podem incluir:

  • Inchaço, espessamento e enrijecimento da pele, geralmente nos dedos

  • Dedos das mãos que ficam pálidos, apresentam formigamento e ficam dormentes quando você é exposto ao frio (Síndrome de Raynaud)

  • Azia

  • Dificuldade para engolir

  • Falta de ar

  • Dores em suas articulações

  • Às vezes, dor muscular e fraqueza

A esclerose sistêmica pode causar a formação excessiva e cumulativa de fibrose em outros órgãos do corpo, como nas articulações, pulmões, sistema digestivo, coração e rins, e impedir que funcionem direito. Quando ela danifica vasos sanguíneos, a pressão arterial pode subir.

Algumas pessoas com esses sintomas também apresentam doença mista do tecido conjuntivo.

Como os médicos sabem se eu tenho esclerose sistêmica?

Os médicos perguntam sobre seus sintomas e fazem um exame físico. Eles poderão fazer exames como:

  • Exames de sangue

  • Testes respiratórios

  • TC do tórax

  • Ecocardiografia (um tipo de ultrassom que usa ondas sonoras para criar um vídeo que mostra como seu coração está bombeando e o funcionamento das válvulas do seu coração)

  • ECG (um exame que mede as correntes elétricas do coração e as registra em um papel)

Como os médicos tratam esclerose sistêmica?

Os medicamentos não são capazes de impedir que a esclerose sistêmica piore ao longo do tempo, mas podem ajudar com alguns sintomas. Os tratamentos incluem:

  • AINEs (como aspirina ou ibuprofeno) para ajudar a aliviar a dor articular

  • Medicamentos para impedir que seu sistema imunológico danifique seus próprios tecidos

  • Medicamentos para aliviar a azia

  • Medicamentos para dilatar os vasos sanguíneos e baixar a pressão arterial

  • Fisioterapia e exercício

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS