Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Fatos rápidos

Cintilografia (exame de medicina nuclear)

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos

O que é uma cintilografia?

Um radioisótopo é um composto químico radioativo. O médico administra à pessoa uma dose pequena do radioisótopo. O radioisótopo emite radiação que é detectada pelo aparelho que é colocado sobre uma determinada parte do corpo. O aparelho cria uma imagem do local onde se encontra a radiação e quão forte é a radiação. Isso ajuda os médicos a descobrir o que está acontecendo com os tecidos que eles estão examinando.

O médico pode administrar o radioisótopo na forma de:

  • Injeção

  • Algo que pode ser tomado por via oral

  • Um gás que a pessoa inala

Radioisótopos diferentes se dirigem a partes diferentes do corpo. O médico seleciona qual radioisótopo deve ser usado dependendo de qual parte do corpo ele precisa examinar. Uma cintilografia pode ajudar os médicos a encontrar problemas em várias partes do corpo:

  • Glândula tireoide

  • Fígado

  • Vesícula biliar

  • Pulmões

  • Trato urinário

  • Ossos

  • Cérebro

  • Determinados vasos sanguíneos

Por que é necessário fazer uma cintilografia?

Os médicos costumam fazer este tipo de exame para encontrar problemas como:

  • Obstrução do fluxo de sangue ao coração

  • Câncer que se dissemina aos ossos ou fígado

  • Inflamação (inchaço e dor) ou infecção nos órgãos

  • Hemorragia, por exemplo no intestino

Às vezes, os médicos utilizam este exame para ver se uma parte do corpo está funcionando bem ou não. Por exemplo, o médico pode ver se o coração da pessoa está funcionando bem quando está bombeando com força durante um exame em que a pessoa corre ou anda em uma esteira. Se a pessoa teve um ataque cardíaco, o médico pode fazer este exame para examinar se o coração da pessoa está se recuperando bem ou não.

O que acontece durante uma cintilografia?

Antes do exame

  • É possível que a pessoa precise ficar sem comer ou beber nada por várias horas antes do exame

  • Os médicos costumam injetar o radioisótopo na veia, mas às vezes, ele é administrado por via oral ou inalado

  • A pessoa espera alguns minutos a várias horas enquanto o radioisótopo se move através do corpo

Durante o exame

  • A pessoa fica deitada sem se mexer em uma mesa, geralmente por 15 minutos, enquanto o aparelho tira fotografias

  • Às vezes, a pessoa precisa realizar outro exame após esperar por mais algum tempo, possivelmente horas

Após o exame

O médico orienta a pessoa a beber muita água e outros líquidos para ajudar a eliminar o radioisótopo do organismo.

Quais são os riscos da cintilografia?

Radiação

A pessoa será exposta a uma quantidade de radiação muito maior que a gerada por uma radiografia simples. Os médicos tentam limitar a quantidade total de radiação à qual a pessoa é exposta durante a vida. Receber um excesso de radiação pode aumentar o risco de a pessoa ter câncer.

Se a pessoa estiver ou puder estar grávida, ela precisa informar isso ao médico antes de realizar uma cintilografia.

Os radioisótopos permanecem no organismo por alguns dias. Se a pessoa estiver planejando viajar de avião dentro de alguns dias após realizar esse exame, ela pode fazer disparar os alarmes de detecção de radioatividade no aeroporto. A pessoa deve pedir um atestado médico para apresentar no aeroporto.

Outros problemas

  • O exame pode ser bastante demorado, podendo levar várias horas para ser realizado

  • Cintilografias não geram imagens tão detalhadas quanto outros exames de imagem, como radiografias, TC ou RM

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS