Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Síndrome de Obstrução Sinusoidal do Fígado

(Doença venoclusiva)

Por

Whitney Jackson

, MD, University of Colorado School of Medicine

Última revisão/alteração completa mai 2020| Última modificação do conteúdo mai 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A síndrome de obstrução sinusoidal do fígado é a obstrução de veias muito pequenas (microscópicas) do fígado.

  • O líquido costuma se acumular no abdômen, o baço pode aumentar de tamanho e um sangramento grave pode ocorrer no esôfago.

  • A pele e a parte branca dos olhos podem ficar amarelas, e o abdômen pode aumentar de tamanho.

  • Os médicos baseiam o diagnóstico nos sintomas e nos resultados da ultrassonografia com Doppler.

  • Se possível, a causa é corrigida ou eliminada e os sintomas são tratados.

A síndrome de obstrução sinusoidal é similar à síndrome de Budd-Chiari Síndrome de Budd-Chiari A Síndrome de Budd-Chiari é causada por coágulos de sangue que obstruem completamente ou parcialmente o fluxo de sangue do fígado. A obstrução pode ocorrer em qualquer lugar das veias pequenas... leia mais , exceto pelo fluxo sanguíneo estar bloqueado somente em vasos sanguíneos muito pequenos no fígado, em vez de nos maiores no fígado ou em vasos sanguíneos extra-hepáticos. Ou seja, as obstruções não afetam as grandes veias hepáticas e a veia cava inferior (a grande veia que transporta o sangue das partes inferiores do corpo, incluindo o fígado, para o coração).

A síndrome de obstrução sinusoidal pode ocorrer em qualquer idade.

Como o fluxo de saída do fígado está obstruído, o sangue volta e se acumula no fígado. Esse acúmulo (congestão), em seguida, reduz a quantidade de sangue que entra no fígado. Os hepatócitos são danificados porque não recebem sangue suficiente (isquemia). A congestão faz com que o fígado aumente e fique cheio de sangue. A congestão também provoca um aumento da pressão na veia porta (hipertensão portal Hipertensão portal A hipertensão portal é definida como um aumento anormal da pressão sanguínea na veia porta (a veia de grande calibre que transporta o sangue do intestino ao fígado) e suas ramificações. A cirrose... leia mais ). A hipertensão portal pode resultar em veias dilatadas e retorcidas (varicosas) no esôfago (varizes esofágicas Hemorragia gastrointestinal Hemorragia pode ocorrer em qualquer região do trato digestivo (gastrointestinal [GI]), da boca ao ânus. O sangue pode ser facilmente visto a olho nu (exposto) ou ocorrer em quantidades muito... leia mais Hemorragia gastrointestinal ). A pressão elevada na veia portal e a congestão do fígado leva ao acúmulo de líquido no abdômen — denominado ascite Ascite A ascite consiste em um acúmulo de líquido (ascítico) que contém proteínas dentro do abdômen. Muitos distúrbios podem causar ascite, mas o mais comum é o aumento da pressão arterial nas veias... leia mais . O baço também costuma aumentar.

Você sabia que...

  • Alguns chás herbais podem causar a síndrome de obstrução sinusoidal do fígado.

Provimento de sangue ao fígado

Provimento de sangue ao fígado

Causas da síndrome de obstrução sinusoidal

As causas comuns incluem:

Sintomas da síndrome de obstrução sinusoidal

Os sintomas podem começar subitamente. O fígado aumenta e se torna sensível. O abdômen pode inchar pelo acúmulo de líquido. A pele e a parte branca dos olhos ficam amarelas – um quadro clínico denominado icterícia Icterícia em adultos Na icterícia, a pele e a parte branca dos olhos ficam amareladas. Ela ocorre quando há excesso de bilirrubina (um pigmento amarelo) no sangue - uma condição denominada hiperbilirrubinemia. ... leia mais Icterícia em adultos .

Diagnóstico da síndrome de obstrução sinusoidal

  • Avaliação médica

  • Exames hepáticos e testes de coagulação do sangue

  • Ultrassonografia ou testes invasivos

Os médicos suspeitam de síndrome de obstrução sinusoidal com base nos sintomas ou nos resultados dos exames de sangue sugerindo disfunção hepática, especialmente se as pessoas ingeriram substâncias ou apresentem quadros clínicos que possam causar a doença (especialmente nas que se submeteram a um transplante de medula óssea ou de células-tronco). Os exames de sangue, se ainda não tiverem sido feitos, são realizados para determinar como o fígado está funcionando ou se está danificado (exames hepáticos Exames de sangue do fígado Os testes de função hepática são exames de sangue que representam uma maneira não invasiva de detectar a presença de doença hepática (por exemplo, hepatite em sangue doado) e medir a gravidade... leia mais ) e para avaliar a coagulação do sangue.

A ultrassonografia com Doppler Ultrassonografia com Doppler A ultrassonografia usa ondas sonoras de alta frequência (ultrassom), para produzir imagens de órgãos internos e de outros tecidos. Um dispositivo chamado de transdutor converte a corrente elétrica... leia mais Ultrassonografia com Doppler frequentemente confirma o diagnóstico. Ocasionalmente, testes invasivos são necessários. Esses testes incluem biópsia de fígado ou medição da pressão sanguínea nas veias hepáticas e na veia porta. Para medir a pressão sanguínea nessas veias, os médicos inserem um cateter em uma veia no pescoço (veia jugular) e o introduz nas veias hepáticas. Uma biópsia de fígado Biópsia de fígado Os médicos podem obter uma amostra do tecido do fígado durante uma cirurgia exploratória, mas é mais frequente que obtenham uma amostra introduzindo uma agulha oca no fígado da pessoa através... leia mais pode ser realizada nesse mesmo procedimento.

Prognóstico da síndrome de obstrução sinusoidal

O prognóstico depende da extensão da lesão e se o quadro clínico faz com que ela volte a acontecer ou persista – por exemplo, quando as pessoas continuam a beber chá de senécio.

Se a causa for uma substância ingerida, descontinuar o uso ajuda a evitar a lesão hepática adicional.

Tratamento da síndrome de obstrução sinusoidal

  • Tratamento da causa

  • Tratamento de problemas resultantes de vasos sanguíneos bloqueados.

Não existe um tratamento específico para a obstrução. Se possível, a causa deve ser eliminada ou tratada. Por exemplo, se as pessoas estiverem consumindo uma substância (como um chá herbal) ou um medicamento que pode lesionar o fígado, isso deve ser descontinuado.

O ácido ursodesoxicólico ajuda a prevenir o desenvolvimento da síndrome de obstrução sinusoidal após o transplante de células-tronco Transplante de células-tronco O transplante de células-tronco é a remoção de células-tronco (células indiferenciadas) de uma pessoa saudável e sua injeção em alguém que tem um distúrbio grave no sangue. (Consulte também... leia mais ou de medula óssea. A síndrome de obstrução sinusoidal devido à doença do enxerto contra hospedeiro pode ser tratada aumentando-se a dose dos medicamentos usados para suprimir o sistema imunológico ou usando-se desfibrotídeo de sódio.

Os problemas provenientes dos vasos sanguíneos bloqueados são tratados. Por exemplo, uma dieta com baixo teor de sal (pouco sódio) e diuréticos ajuda a evitar o acúmulo de líquido no abdômen.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Teste os seus conhecimentos

Cirrose do fígado
Cirrose é a distorção disseminada da estrutura interna do fígado que ocorre quando uma grande quantidade de tecido hepático normal é permanentemente substituída por tecido cicatricial não funcional. Qual das opções a seguir é uma causa comum de cirrose do fígado em países desenvolvidos?
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS