honeypot link

Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Hepatopatia congestiva

Por

Whitney E. Jackson

, MD, University of Colorado School of Medicine

Última revisão/alteração completa mai 2020| Última modificação do conteúdo mai 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A hepatopatia congestiva é um acúmulo de sangue no fígado, resultante de insuficiência cardíaca.

A insuficiência cardíaca grave faz com que o sangue retorne do coração para a veia cava inferior (a veia grande que transporta o sangue das partes inferiores do corpo para o coração). Tal congestão aumenta a pressão na veia cava inferior e em outras veias que transportam sangue para ela, incluindo as veias hepáticas (que drenam o sangue do fígado). Se essa pressão for alta o bastante, o fígado fica cheio de sangue (congestionado) e não funciona direito.

A maioria das pessoas não apresenta nenhum sintoma além de suas queixas relacionadas à insuficiência cardíaca. Em outras pessoas, o fígado congestionado provoca desconforto abdominal, que é normalmente leve. O fígado (na parte superior direita do abdômen) fica sensível e aumenta de tamanho. Em casos graves, a pele e a parte branca dos olhos podem ficar amareladas — um distúrbio denominado icterícia. O líquido pode se acumular no abdômen — um distúrbio denominado ascite. O baço também costuma aumentar. Se a congestão for grave e crônica, desenvolvem-se lesões hepáticas ou até mesmo fibrose grave (cirrose).

Os médicos podem suspeitar do distúrbio em pessoas com insuficiência cardíaca que apresentam os sintomas típicos. Os médicos examinam a pessoa e fazem exames de sangue para determinar o funcionamento do fígado e se ele está danificado (exames hepáticos) e para avaliar a coagulação sanguínea. O diagnóstico é baseado nos sintomas e nos resultados do exame e dos exames de sangue. É importante identificar a hepatopatia congestiva principalmente porque ela indica o nível de gravidade da insuficiência cardíaca.

O manejo foca no tratamento da insuficiência cardíaca. Tal tratamento pode restaurar a função hepática normal.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Também de interesse

Feature.AlsoOfInterst.SocialMedia

PRINCIPAIS