Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Pneumonia organizativa criptogênica

(Bronchiolitis Obliterans Organizing Pneumonia)

Por

Joyce Lee

, MD, MAS, University of Colorado Denver

Última revisão/alteração completa set 2019| Última modificação do conteúdo set 2019
Clique aqui para a versão para profissionais

A pneumonia organizativa criptogênica é uma pneumonia intersticial idiopática de desenvolvimento rápido caracterizada por inflamação pulmonar e formação de tecido cicatricial que obstrui as pequenas vias aéreas (bronquíolos) e os sacos de ar dos pulmões (alvéolos).

Em geral, a doença surge entre os 40 e os 60 anos e afeta homens e mulheres igualmente. O tabagismo não parece aumentar o risco de desenvolver pneumonia organizativa criptogênica.

Cerca de 75% das pessoas apresentam tosse progressivamente pior e falta de ar ao fazer esforços, tipicamente por menos do que dois meses antes de buscar assistência médica. Uma síndrome gripal, com tosse, febre, sensação de estar doente (mal-estar), fadiga e perda de peso, anuncia o início da doença em cerca de 50% das pessoas.

Diagnóstico

  • Radiografia ou tomografia computadorizada do tórax

  • Algumas vezes, biópsia pulmonar

Os médicos não encontram anormalidades específicas nos exames laboratoriais de rotina nem no exame físico, exceto que quando auscultam os pulmões com um estetoscópio eles frequentemente ouvem sons crepitantes e ocasionalmente chiados quando a pessoa inspira. Testes de função pulmonar geralmente indicam que a quantidade de ar que os pulmões conseguem reter encontra-se abaixo do normal. A quantidade de oxigênio no sangue geralmente é baixa em repouso e ainda menor com o esforço.

Uma radiografia do tórax pode ajudar os médicos a fazer um diagnóstico, mas a radiografia é frequentemente inconclusiva. Uma tomografia computadorizada (TC) pode ser realizada e, algumas vezes, os achados são típicos o suficiente para permitir que os médicos estabeleçam um diagnóstico sem pedir exames adicionais.

Em outros casos, para confirmar o diagnóstico, os médicos solicitam uma biópsia pulmonar usando um broncoscópio. Muitas vezes, é necessária uma amostra maior de tecido, que deve ser removida cirurgicamente.

Tratamento

  • Corticosteroides

Quando tratadas com corticosteroides, a maioria das pessoas se recupera rapidamente. No entanto, os sintomas podem retornar mais tarde e é frequente que se precise de um tratamento prolongado. Se houve reaparecimento da doença, repetir o tratamento com corticosteroides é geralmente eficaz.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

PRINCIPAIS