Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Toracoscopia

Por

Rebecca Dezube

, MD, MHS, Johns Hopkins University

Última revisão/alteração completa jul 2019| Última modificação do conteúdo jul 2019
Clique aqui para a versão para profissionais

A toracoscopia é o exame visual das superfícies do pulmão e do espaço pleural através de um tubo para visualização (um toracoscópio).

A toracoscopia é usada para visualizar o pulmão e o espaço que circunda os pulmões (espaço pleural). Os médicos podem usar a toracoscopia para visualizar os pulmões e a pleura quando exames menos invasivos não derem resultados conclusivos.

A toracoscopia também pode ser usada para certos procedimentos cirúrgicos. Quando for usada para cirurgia, o procedimento é frequentemente denominado cirurgia por toracoscopia assistida por vídeo (CTAV). Os meios mais comuns para a obtenção de amostras de tecido do pulmão para a biópsia é um toracoscópio. Além de ser capaz de ver a superfície do pulmão e a pleura, o médico pode coletar amostras de tecido para exame microscópico e cultura. Um toracoscópio também pode ser usado para drenar acúmulos de líquido no espaço pleural (derrames pleurais). Em certos casos, o médico administra medicamentos através do toracoscópio para prevenir um novo acúmulo de líquido no espaço pleural.

A CTAV é geralmente feita sob anestesia geral, mas a toracoscopia pode ser feita com a pessoa acordada sob sedação. Em seguida, um cirurgião faz até três pequenas incisões na parede torácica e insere um toracoscópio no espaço pleural; isso permite a entrada de ar, que faz com que o pulmão entre em colapso. Após o procedimento cirúrgico, o toracoscópio é removido e um dreno torácico é inserido para remover o ar que entrou no espaço pleural durante o procedimento, permitindo que o pulmão que entrou em colapso infle novamente.

As complicações são semelhantes às complicações da toracocentese e incluem febre, sangramento, infecção e vazamento de ar para o espaço pleural (causando pneumotórax) ou tecidos sob a pele ao redor da incisão se o pulmão for rasgado. No entanto, esse procedimento é mais invasivo, deixa uma pequena ferida, e requer hospitalização.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS