Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Flashes luminosos e Moscas volantes

Por

Christopher J. Brady

, MD, Wilmer Eye Institute, Retina Division, Johns Hopkins University School of Medicine

Última revisão/alteração completa dez 2019| Última modificação do conteúdo dez 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Flashes luminosos são a percepção que uma pessoa tem de luzes brilhantes como flashes, luzes tremeluzentes ou feixes de luz que não correspondem a fontes externas. Moscas volantes são manchas ou fileiras que parecem se mover no campo de visão de uma pessoa, mas não correspondem a objetos externos. Os flashes e moscas volantes são comuns.

Causas

Os flashes luminosos acontecem quando alguma coisa além da luz do ambiente estimula a retina, que é a estrutura no fundo do olho que detecta a luz. O estímulo faz com que a retina envie um sinal para o cérebro. O cérebro pode interpretar o sinal como um simples e repentino flash de luz que pode lembrar um raio, manchas ou estrelas (fotopsia). Fotopsias podem ocorrer ao se esfregar os olhos.

Moscas volantes são observadas quando um objeto no globo ocular lança uma sombra na retina, que é a estrutura no fundo do olho que detecta a luz. Elas são frequentemente interpretadas como um objeto ou objetos aparentes flutuando no campo de visão externo. Uma pessoa pode pensar que está vendo um enxame de moscas, mosquitos ou poeira, mas depois percebem eles não estão realmente presentes.

O interior do olho

O interior do olho

A causa mais comum de flashes luminosos e moscas volantes é

  • Encolhimento da substância gelatinosa que preenche o globo ocular (humor vítreo)

No início da idade adulta, as pessoas podem notar fios flutuantes ocasionais na visão de um ou de ambos os olhos, relacionados à contração do humor vítreo. Esses tipos de moscas volantes (chamados moscas volantes vítreas de contração ou idiopáticas) raramente indicam qualquer coisa prejudicial. Entre cerca de 50 e 75 anos de idade, o humor vítreo continua a encolher e dá um puxão na retina de vez em quando. Esses puxões estimulam a retina, dando a ilusão de luz, vista como flashes. Com o tempo, o humor vítreo de solta totalmente da retina (descolamento vítreo) como parte do envelhecimento normal.

Causas menos comuns, porém mais sérias, incluem

Algumas vezes enxaqueca causa sintomas visuais. Esses sintomas visuais podem ser linhas de luz brancas e pulsantes que aparecem primeiro no meio do campo de visão e depois se espalham por todo o campo de visão (não objetos isolados como moscas volantes). Normalmente se resolvem em cerca de 20 minutos, desaparecendo primeiro do campo de visão periférica e por último do centro do campo de visão. As pessoas podem não ter dor de cabeça por causa disso. Esses sintomas são chamados de enxaqueca ocular ou visual. As pessoas também podem ter sintomas similares ou perda de visão em parte de um olho por cerca de 10 a 60 minutos, em geral antes de começar a enxaqueca (chamada enxaqueca com aura). Nesses casos, os sintomas são causados por um fenômeno no cérebro e não na retina.

Os raios de luz podem resultar de uma pancada na parte posterior da cabeça (“ver estrelas”), provavelmente devido a um estímulo da parte do cérebro onde a visão é interpretada.

Tumores (por exemplo, linfoma) do olho e vitrite (inflamação do humor vítreo) são causas raras de moscas volantes. Objetos estranhos no olho podem causar moscas volantes, mas geralmente causam outros sintomas, como perda de visão, dor ocular ou olho vermelho, que são mais incômodos do que as moscas volantes.

Tabela
icon

Algumas causas e características dos flashes luminosos e moscas volantes

Causa

Características comuns*

Diagnóstico†

Doenças oculares que não são preocupantes

Moscas volantes de contração vítrea (moscas volantes devido ao encolhimento da substância gelatinosa que preenche a parte posterior do globo ocular, chamada humor vítreo)

Alguns pequenos grupos ou filamentos transparentes que

  • Algumas vezes entram no campo de visão

  • Movimentam-se com o movimento dos olhos

  • São mais percebidos sob determinada luminosidade (como luz solar intensa)

  • Pode ocorrer nos dois olhos, embora não ao mesmo tempo

Sem alteração recente no número ou tipo de moscas volantes

Sem efeito na visão

Exame médico

Descolamento do humor vítreo da retina

Um repentino aumento das moscas volantes, geralmente em pessoas idosas

Moscas volantes que parecem teias de aranha

Uma mosca volante grande que se move entrando e saindo do campo de visão

Fotopsias que vão e vêm

Exame por um oftalmologista

Doenças oculares que são sérias

Flashes luminosos, simples e repentinos, que podem parecer raios, manchas ou estrelas (fotopsias) que ocorrem repetida ou continuamente

Perda de visão que afeta uma área, em geral o que é visto pelos cantos do olho (visão periférica)

Perda de visão que se espalha pelo campo de visão como uma névoa

Algumas vezes em pessoas com fatores de risco para descolamento de retina (como recente lesão ocular, cirurgia ocular ou miopia grave)

Exame por um oftalmologista

Rasgo na retina

Fotopsias

Algumas vezes sintomas apenas no campo de visão periférica

Exame por um oftalmologista

Hemorragia do vítreo (sangramento dentro do humor vítreo)

Em pessoas que têm fatores de risco para essa doença (como diabetes, rasgo na retina, doença falciforme ou lesão ocular)

Em geral perda total do campo de visão (não apenas em um ou mais pontos)

Exame por um oftalmologista

Algumas vezes, ultrassonografia da retina

Inflamação do humor vítreo (que pode ocorrer quando parasitas Toxoplasma, fungos ou mais raramente citomegalovírus infectam o olho ou ser causada por doenças autoimunes)

Dor

Perda de visão que afeta todo o campo de visão

Possivelmente afetando os dois olhos

Em pessoas com fatores de risco para essas infecções (como AIDS, uso de drogas injetáveis e outras doenças que debilitam o sistema imunológico)

Exame por um oftalmologista

Algumas vezes exames para detectar micro-organismos suspeitos de causar infecção

Doenças não relacionadas aos olhos

Enxaqueca ocular (enxaqueca que causa sintomas visuais)

Linhas irregulares que aparecem primeiro no centro do campo de visão, depois se espalham e desaparecem após cerca de 20 minutos

Algumas vezes embaçam a visão central

Outras vezes uma dor de cabeça após uma perturbação na visão

Algumas vezes em pessoas que relatam ter tido enxaqueca

Exame médico

* As características incluem os sintomas e os resultados do exame médico. As características mencionadas são típicas, mas nem sempre estão presentes. Características que ocorrem em apenas um olho a menos que de outra forma especificado.

† Embora sempre se faça um exame médico ou um exame oftalmológico, ele só é mencionado nesta coluna se o diagnóstico às vezes puder ser feito exclusivamente pelo exame médico, sem nenhum outro exame. Em outras palavras, exames adicionais podem não ser necessários.

Avaliação

Nem todo episódio de flashes luminosos ou moscas volantes exige uma avaliação médica imediata. As informações a seguir podem ajudar as pessoas a decidir quando a avaliação médica é necessária e a saber o que esperar durante a avaliação.

Sinais de alerta

Nas pessoas com flashes luminosos ou moscas volantes, alguns sintomas e características são motivos de preocupação. Incluem

  • Aumento repentino das moscas volantes

  • Flashes luminosos repetidos e frequentes que parecem raios

  • Perda total ou parcial da visão (em geral com a sensação de que parte da visão está coberta por uma sombra ou véu)

  • Recente cirurgia ou lesão ocular

  • Dor ocular

Quando consultar um médico

Embora a maioria dos flashes luminosos e moscas volantes não seja séria, pessoas com sinais de alerta devem procurar um oftalmologista o quanto antes. Pode estar ocorrendo uma doença no humor vítreo ou na retina e esperar alguns dias ou até mesmo algumas horas pode levar a uma perda de visão permanente. Pessoas sem sinais de alerta que começaram a perceber alguns flashes luminosos e moscas volantes devem procurar um médico quando for possível, embora seja improvável que uma demora de alguns dias ou mais seja prejudicial. Pessoas que têm observado flashes luminosos ou moscas volantes há algum tempo e não apresentaram nenhum outro sintoma, devem fazer um exame oftalmológico em algum momento, mas isso não é urgente.

O que o médico faz

Primeiro, o médico faz perguntas sobre os sintomas e o histórico médico. Em seguida, o médico faz um exame físico. O que eles identificam no histórico e exame físico frequentemente sugere uma causa para os flashes luminosos ou moscas volantes e os exames que podem ser necessários (consulte a tabela Algumas causas e características dos flashes luminosos e moscas volantes).

O médico pede ao paciente para descrever os flashes luminosos e moscas volantes e depois pergunta

  • Quando a pessoa percebe os sintomas

  • Quais as características dos flashes luminosos ou moscas volantes (por exemplo, formatos, movimento e se são recorrentes)

  • Se os sintomas ocorrem em um ou nos dois olhos

  • Se a pessoa vê luzes piscando ou se falta alguma parte da visão ou se parece coberta por uma névoa

  • Se a pessoa passou por uma cirurgia ocular ou teve uma lesão ocular

  • Se outros sintomas (como visão embaçada, olho vermelho, dor no olho ou dor de cabeça) costumam ser frequentes

  • Se a pessoa é míope

  • Se a pessoa tem doenças que podem afetar a visão, como diabetes ou doenças do sistema imunológico (por exemplo, AIDS)

O exame do olho é a parte mais importante do exame físico. O médico verifica a clareza da visão, movimentos oculares e a resposta da pupila à luz. Também examinam a vermelhidão dos olhos e o campo visual para áreas de perda de visão.

A oftalmoscopia é a parte mais importante do exame físico. Primeiro são usados colírios para dilatar a pupila. Depois o médico utiliza um oftalmoscópio (uma luz com lentes de aumento que ilumina o fundo do olho) para examinar a parte interna do olho do paciente, incluindo o máximo possível da retina. Se uma das causas sérias de flashes luminosos ou moscas volantes parecer possível, será fundamental fazer uma avaliação com um oftalmologista. O oftalmologista é o médico especializado na avaliação e tratamento (cirúrgico e não cirúrgico) de doenças oculares.

Pressão no olho (pressão intraocular) é medida após uma gota de anestésico ser inserida no olho.

O médico coloca uma gota de corante fluoresceína e utiliza uma lâmpada de fenda (instrumento que permite ao médico examinar o olho em alta resolução) para examinar o olho todo.

Exames

Os médicos quase sempre conseguem identificar causas de flashes luminosos e moscas volantes menos sérias durante um exame, mas se uma doença séria parecer possível, eles encaminham a pessoa a um oftalmologista para um diagnóstico. O oftalmologista realiza uma oftalmoscopia mais detalhada e pode pedir exames. Por exemplo, para inflamação do vítreo devido a infecção, podem ser necessários exames para identificar órgãos suspeitos de causar infecção.

Tratamento

  • Para moscas volantes por contração do vítreo, não é necessário tratamento.

  • Algumas vezes, vitrectomia

  • Tratamento de outras causas

Moscas volantes por contração do vítreo são causadas pelo encolhimento da substância gelatinosa que preenche a parte posterior do globo ocular, chamada humor vítreo, e não requer tratamento. Muitos flashes luminosos também são causados pelo encolhimento da substância vítrea e não requerem tratamento.

Se uma pessoa tiver muitas moscas volantes interferindo na visão, o médico pode usar uma agulha oca para retirar o humor vítreo do olho e substituir por solução salina. Este procedimento cirúrgico é chamado de vitrectomia. No entanto, muitos médicos acham que a vitrectomia não deve ser realizada para moscas volantes porque o procedimento pode causar descolamento da retina ou catarata e porque algumas vezes as moscas volantes permanecem após o procedimento.

Outras doenças que causam os sintomas são tratadas. Por exemplo, cirurgia realizada para reverter descolamento de retina. Medicamentos antimicrobianos são usados para infecções que causam inflamação no vítreo.

Pontos-chave

  • Pessoas com flashes luminosos ou moscas volantes, mas sem sinais de alerta, raramente têm uma doença séria.

  • Pode ser necessário encaminhar pessoas com flashes luminosos ou moscas volantes e sinais de alerta a um oftalmologista.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Degeneração macular
Vídeo
Degeneração macular
A degeneração macular, comumente referida como ARMD ou degeneração macular associada à idade...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Neurite óptica
Modelo 3D
Neurite óptica

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS