honeypot link

Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Dacriostenose

Por

James Garrity

, MD, Mayo Clinic College of Medicine

Última revisão/alteração completa jul 2020| Última modificação do conteúdo jul 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A dacriostenose é o estreitamento do canal nasolacrimal que drena as lágrimas para fora do olho.

A dacriostenose pode estar presente desde o nascimento (congênita) ou se desenvolver após o nascimento (adquirida). Qualquer tipo pode levar ao lacrimejamento ou a uma infecção do saco lacrimal (dacriocistite).

Dacriostenose congênita

A dacriostenose congênita pode ser resultado do desenvolvimento inadequado de alguma parte dos canais nasolacrimais. Com mais frequência, a extremidade do duto nasolacrimal está bloqueada. O resultado é um superfluxo de lágrimas que descem pela bochecha (epífora) ou a formação persistente de crostas. Um ou os dois olhos podem ser afetados.

Geralmente, o problema é detectado entre as 3 e 12 primeiras semanas de idade. Esse tipo de obstrução pode desaparecer sem tratamento até os 6 a 9 meses, quando o sistema nasolacrimal se desenvolve. Até que a criança chegue ao primeiro ano de idade, os médicos sugerem que os pais massageiem delicadamente o saco lacrimal 4 a 5 vezes por dia para ajudar a liberar o bloqueio.

Se a obstrução não desaparecer até a criança completar 1 ano de idade, um especialista em ouvidos, nariz e garganta (otorrinolaringologista) ou de um especialista dos olhos (oftalmologista), pode precisar abrir o canal nasolacrimal com uma pequena sonda que geralmente é inserida pelo orifício do canal (punctum), situado no canto interno da pálpebra, próximo ao nariz. A criança recebe anestesia geral para este procedimento.

Where Tears Come From

Where Tears Come From

Dacriostenose adquirida

A dacriostenose adquirida é geralmente um resultado do estreitamento do duto relacionado à idade. Também pode ser resultado de cicatrização após uma lesão ou cirurgia ou distúrbios que causam inflamação tais como sarcoidose ou granulomatose com poliangiíte (anteriormente denominado granulomatose de Wegener). Simplesmente inserir uma sonda, assim como é feito na dacrioestenose congênita, em geral não é eficaz. Se a dacrioestenose causar lacrimejamento persistente e incômodo ou episódios repetidos de infecção, pode ser necessária uma cirurgia (dacriocistorrinostomia [DCR]) para criar uma passagem entre o saco lacrimal e o nariz.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS