Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Síndrome de secreção inapropriada de hormônio antidiurético (SIADH)

Por

James L. Lewis, III

, MD, Brookwood Baptist Health and Saint Vincent’s Ascension Health, Birmingham

Última revisão/alteração completa set 2018| Última modificação do conteúdo set 2018
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A síndrome da secreção inapropriada de hormônio antidiurético (SIADH, do inglês syndrome of inappropriate secretion of antidiuretic hormone) surge quando o hormônio antidiurético (vasopressina) é secretado em excesso pela hipófise em algumas situações inadequadas, fazendo com que o organismo retenha líquido e reduza os níveis de sódio no sangue por diluição.

A vasopressina (também chamada de hormônio antidiurético) ajuda a regular a quantidade de água no corpo ao controlar quanta água é excretada pelos rins. A vasopressina diminui a excreção de água pelos rins. Assim, uma quantidade maior de água é retida no organismo, diluindo os níveis de sódio no organismo. A presença de níveis baixos de sódio é denominada hiponatremia.

A hipófise adequadamente produz e libera vasopressina quando o volume de sangue (quantidade de líquido nos vasos sanguíneos) ou a pressão arterial cai ou quando os níveis de eletrólitos (tais como o sódio) ficam excessivamente altos.

A secreção de vasopressina é denominada inapropriada se ocorrer quando

Quando a vasopressina é liberada nessas situações, o organismo retém muito mais líquido e os níveis de sódio no sangue diminuem.

Causas

Muitos quadros clínicos aumentam o risco de a pessoa apresentar SIADH. A SIADH pode surgir quando a vasopressina é produzida fora da hipófise, como ocorre em alguns tipos de câncer de pulmão e outros. A SIADH é comum em idosos e bastante comum em pessoas que estão internadas no hospital.

A SIADH apresenta uma extensa lista de possíveis causas que normalmente requerem exames adicionais para detecção.

Tabela
icon

O que causa a SIADH?

Tipo de distúrbio

Exemplos

Cérebro ou sistema nervoso

Sangramento (hemorragia) nas camadas de tecido que reveste o cérebro

Encefalite (inflamação do cérebro)

Traumatismo craniano

Distúrbios do hipotálamo, inclusive tumores (raros)

Tumores

Pulmão

Insuficiência respiratória aguda

Tipos de câncer

Câncer cerebral

Câncer de intestino delgado

Outros

Cirurgia

Desnutrição

SIADH = Síndrome da secreção inapropriada de hormônio antidiurético (syndrome of inappropriate secretion of antidiuretic hormone).

Sintomas

Os sintomas da SIADH tendem a ser aqueles relacionados aos baixos níveis de sódio no sangue (hiponatremia) que a acompanham. Os sintomas incluem lentidão e confusão.

Diagnóstico

  • Exames de sangue e urina

O médico suspeita que a pessoa tem SIADH com base nas circunstâncias e nos sintomas da pessoa.

Exames de sangue e urina são feitos para medir os níveis de sódio e potássio e para determinar a concentração do sangue e da urina (osmolalidade). O médico também descarta outras possíveis causas de excesso de vasopressina (tais como dor, tensão, medicamentos ou câncer).

Após a SIADH ser diagnosticada, o médico tenta identificar a causa e tratá-la de modo que os níveis de sódio retornem lentamente ao normal.

Tratamento

  • Restrição da ingestão de líquidos

O médico limita a ingestão de líquido e trata a causa, se possível. A pessoa com SIADH precisa receber tratamento para hiponatremia de longo prazo.

Às vezes, é administrada hidratação intravenosa, inclusive soluções contendo concentrações muito altas de sódio (solução hipertônica). Esses tratamentos devem ser administrados cuidadosamente para evitar um aumento rápido dos níveis de sódio.

Se os níveis de sódio no sangue continuarem a diminuir ou não aumentarem apesar da restrição de ingestão de líquidos, é possível que o médico receite medicamentos, como demeclociclina ou lítio, que reduzem o efeito da vasopressina nos rins, ou medicamentos como a conivaptana e a tolvaptana, que bloqueiam os receptores da vasopressina e impedem que os rins respondam à vasopressina.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Tireoideopatia
Vídeo
Tireoideopatia
A tireoide é uma das diversas glândulas no sistema endócrino. É uma glândula em forma de borboleta...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Sistema endócrino feminino
Modelo 3D
Sistema endócrino feminino

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS