Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Linfomas cutâneos de células T

(micose fungoide; síndrome de Sézary)

Por

Peter Martin

, MD, Weill Cornell Medicine;


John P. Leonard

, MD, Weill Cornell Medicine

Última revisão/alteração completa jul 2020| Última modificação do conteúdo jul 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Os tipos mais comuns de LCCT são

  • Micose fungoide

  • síndrome de Sezary

A maioria das pessoas que desenvolve LCCT tem mais de 50 anos de idade. Ela se origina de células T maduras (linfócitos T) e afeta primeiro a pele.

A micose fungoide se inicia de maneira tão sutil e cresce tão lentamente que pode não ser notada de início. Ela provoca erupções cutâneas, provocadoras de coceira e de longa duração, às vezes em uma pequena área de pele espessa que mais tarde desenvolve nódulos e se espalha lentamente. Em algumas pessoas, ela evolui para uma forma de leucemia (síndrome de Sézary). Em outras pessoas, ela se espalha para os linfonodos e órgãos internos. Mesmo com uma biopsia os médicos têm dificuldade para diagnosticar essa doença nos seus estágios iniciais. No entanto, uma biópsia, em uma fase posterior da doença, mostra células de linfoma na pele.

A síndrome de Sézary também começa sutilmente e progride lentamente. Ela causa vermelhidão na pele do corpo todo com rachaduras nas palmas das mãos e plantas dos pés. O aumento do tamanho de linfonodos é geralmente leve. Além da erupção cutânea, as pessoas também podem manifestar sintomas de febre, suores noturnos e perda de peso. Da mesma forma que na micose fungoide, os médicos têm dificuldade para diagnosticar essa doença nos seus estágios iniciais, mesmo com uma biópsia da pele. Um esfregaço de sangue (em que uma gota de sangue é examinada ao microscópio) pode revelar células de Sézary (células T malignas com aspecto característico), o que pode ajudar a estabelecer o diagnóstico, em complementação a uma biópsia de pele.

O tratamento do LCCT pode ser dividido em

  • Terapia direcionada à pele, como terapia com luz (fototerapia) ou medicamentos tópicos

  • Terapia corporal sistêmica, como quimioterapia ou medicamentos direcionados, geralmente administrada por via intravenosa

Mais informações

Segue um recurso em idioma inglês que pode ser útil. Vale ressaltar que o MANUAL não é responsável pelo conteúdo deste recurso.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Teste os seus conhecimentos

Doenças eosinofílicas
Eosinófilos são um tipo de glóbulo branco do sangue, que estão envolvidos na resposta do organismo a reações alérgicas, asma e infecção por parasitas. Números baixos e altos de eosinófilos podem ser sinais de vários problemas de saúde. Qual das seguintes opções pode causar um excesso de eosinófilos no sangue (eosinofilia)?
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS