Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Otite média (secretória)

(Otite média serosa)

Por

Richard T. Miyamoto

, MD, MS, Indiana University School of Medicine

Última revisão/alteração completa mai 2019| Última modificação do conteúdo mai 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A otite média secretória consiste num acúmulo de líquido no ouvido médio.

  • A otite média secretória ocorre quando a otite média aguda não foi completamente resolvida, ou alergias causam bloqueio da trompa de Eustáquio.

  • As pessoas podem ter sensação de entupimento e alguma perda auditiva temporária no ouvido afetado.

  • Médicos examinam o ouvido e usam timpanometria para diagnosticar este problema.

  • Os médicos podem precisar fazer uma abertura no tímpano para deixar o fluido drenar.

A otite média secretória (serosa) pode se desenvolver a partir de uma otite média aguda que não ficou totalmente curada, ou derivar de uma obstrução da trompa de Eustáquio (que conecta o ouvido médio com a parte posterior do nariz). As alergias e adenoides de tamanho aumentado constituem uma das causas frequentes da obstrução da trompa de Eustáquio. Tumores são causas raras de bloqueio. A otite média secretória pode ocorrer em qualquer idade, mas é particularmente comum entre crianças (consulte otite média secretória em crianças) e pode persistir por semanas a meses.

Por norma, a pressão no ouvido médio é compensada 3 ou 4 vezes por minuto, sempre que a trompa de Eustáquio se abre, durante a deglutição. Quando a trompa de Eustáquio se encontra obstruída, a pressão no ouvido médio tende a diminuir à medida que o oxigênio é absorvido pela corrente sanguínea no ouvido médio. À medida que a pressão diminui, o líquido se acumula no ouvido médio, reduzindo a capacidade de movimento do tímpano.

Sintomas

Geralmente, embora nem sempre, o líquido no ouvido médio contém algumas bactérias, mas são raros os sintomas de uma infecção ativa (como vermelhidão, dor e pus). As pessoas costumam ter uma sensação de entupimento no ouvido tapado e, ao engolir, podem ouvir um estalido, ou um som crepitante. É comum se desenvolver perda auditiva.

Diagnóstico

  • Avaliação de um médico

O médico examina o ouvido para estabelecer o diagnóstico. A timpanometria ajuda a determinar se há fluido no ouvido médio. Os médicos examinam as passagens nasais e a parte superior da garganta em adultos e adolescentes para detectar a presença de tumores.

Tratamento

  • Descongestionantes para crianças mais velhas e adultos

  • Manobras para aumentar a pressão no ouvido

  • Algumas vezes drenagem através de tubos no ouvido

A maioria das pessoas com otite média secretória melhora sem tratamento. Descongestionantes, como fenilefrina e pseudoefedrina, podem ser administrados a crianças mais velhas e adultos, segundo recomendações médicas, para diminuir a congestão nasal, mas não ajudam na otite média secretória. Deve-se evitar o uso de descongestionantes em crianças mais jovens, particularmente naquelas com menos de dois anos. A administração de anti-histamínicos por via oral e/ou um spray nasal de corticosteroide pode ser feita em pessoas com congestão causada por alergias. Os antibióticos não são eficazes. A baixa pressão no ouvido médio pode ser aumentada temporariamente, forçando a passagem do ar pela obstrução na trompa de Eustáquio. Para fazer isso, a pessoa expele o ar, com a boca fechada, enquanto tapa bem o nariz (chamada manobra de Valsalva). Ou o médico pode utilizar uma seringa especial (inflador de ouvido médio) para soprar ar em uma das narinas da pessoa enquanto bloqueia a outra narina conforme a pessoa engole. Essa técnica (chamada politzerização) força o ar a entrar na trompa de Eustáquio e ouvido médio.

Quando os sintomas se tornam crônicos (com duração de mais de 1 a 3 meses), o médico pode realizar uma miringotomia, procedimento que consiste em realizar uma abertura no tímpano para permitir a drenagem do líquido do ouvido médio. Um tubo de drenagem minúsculo (tubo de timpanostomia – veja a figura Miringotomia), pode ser inserido na abertura do tímpano, para facilitar a drenagem do líquido e permitir a entrada de ar no ouvido médio. As crianças também podem necessitar remover suas adenoides (adenoidectomia). Para garantir o desenvolvimento normal da linguagem, crianças pequenas com perda auditiva prolongada causada por uma otite média secretória de longa duração podem precisar de tratamento adequado.

Miringotomia: Tratando a otite média secretória

Durante uma miringotomia, os médicos fazem uma pequena abertura no tímpano para permitir que o líquido seja drenado do ouvido médio. Depois, eles colocam um minúsculo tubo oco de plástico ou de metal (tubo de timpanostomia ou tubos de ventilação) no tímpano através da abertura. Esses tubos equilibram a pressão do ouvido médio com a do ambiente. Os médicos recomendam tubos de ventilação para crianças que tiveram infecções de ouvido recorrentes (otite média aguda) ou acúmulos recorrentes ou persistentes de líquido no ouvido médio (otite média secretória crônica).

A colocação de tubos de ventilação é um procedimento cirúrgico comum que é realizado no hospital ou no consultório médico. Geralmente é necessário anestesia geral ou sedação. Uma vez concluído o procedimento, as crianças geralmente voltam para casa ao fim de poucas horas. Gotas de ouvido com antibiótico são algumas vezes administradas depois do procedimento durante aproximadamente uma semana. Os tubos geralmente caem sozinhos depois de aproximadamente seis a doze meses, mas alguns tipos permanecem no ouvido por mais tempo. Os tubos que não caem sozinhos são removidos pelo médico, algumas vezes sob anestesia geral ou sedação. Se a abertura não se fechar espontaneamente, pode ser necessário fechá-la cirurgicamente.

As crianças com tubos de ventilação podem lavar seus cabelos e nadar, mas alguns médicos recomendam que elas não submerjam a cabeça em água profunda sem utilizar tampões auriculares.

A saída de líquido pelo ouvido indica uma infecção e deve ser comunicada ao médico.

Miringotomia: Tratando a otite média secretória

As pessoas com alergias devem tentar remover os alérgenos conhecidos de seus ambientes. Os médicos podem recomendar que as pessoas se submetam a tratamentos que estimulem o sistema imunológico de seu organismo contra os alérgenos (imunoterapia).

Pessoas com otite média secretória devem evitar ou adiar mergulhos e voos de avião, porque mudanças na pressão ambiental podem causar dor e lesão no ouvido (barotrauma). Se um voo de avião não puder ser adiado, mastigar alimentos ou beber líquidos (por exemplo, de uma garrafa) pode ajudar crianças pequenas. Em crianças mais velhas e adultos, frequentemente a pressão no ouvido médio pode ser equalizada e o desconforto aliviado com várias manobras. Quando a pressão externa está diminuindo, como na decolagem de um avião, a pessoa deve tentar respirar com a boca aberta, bocejar, mascar chiclete, ou engolir. Quando a pressão externa aumenta, como na aterrissagem de um avião ou num mergulho profundo, a pessoa deve fechar firmemente as fossas nasais, manter a boca fechada e tentar soprar devagar, pelo nariz. Isso vai forçar o ar através da trompa de Eustáquio bloqueada.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Exames de audição
Vídeo
Exames de audição
Quando as ondas sonoras atingem os ouvidos, elas são captadas pelo ouvido externo em forma...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Otite média aguda
Modelo 3D
Otite média aguda

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS