Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Herpes zoster oticus

(herpes geniculado; síndrome de Ramsay Hunt; neuronite viral)

Por

Lawrence R. Lustig

, MD, Columbia University Medical Center and New York Presbyterian Hospital

Última revisão/alteração completa fev 2019| Última modificação do conteúdo fev 2019
Clique aqui para a versão para profissionais

Herpes zoster oticus é uma infecção por vírus do herpes zoster nos aglomerados de células nervosas (gânglios) que controlam os nervos responsáveis pela audição e equilíbrio (8.º nervo craniano) e pelo movimento facial (7.º nervo craniano).

O herpes zoster (cobreiro) é uma infecção que resulta de uma reativação do vírus varicella-zoster, o vírus que causa a catapora. Após um episódio de catapora, esse vírus permanece dormente nas raízes dos nervos e pode ser reativado, viajando das fibras nervosas para a pele, onde causa feridas dolorosas. A causa mais frequente da reativação é desconhecida, mas às vezes ela ocorre quando o sistema imunológico está enfraquecido, por exemplo, por câncer, AIDS ou certos fármacos.

O herpes zoster oticus ocorre quando o vírus do herpes zoster é reativado no 7.º (facial) e 8.º nervos cranianos. O 7.º nervo craniano controla alguns músculos da face. O 8.º nervo craniano controla a audição e o equilíbrio.

Sintomas

Os sintomas do herpes zoster oticus incluem os seguintes:

  • dor de ouvido intensa

  • Bolhas (vesículas) cheias de fluido do lado de fora do ouvido (pavilhão auricular) e no canal auricular

  • Paralisia facial temporária ou permanente de um lado da face (semelhante a paralisia de Bell)

  • Vertigem (uma sensação falsa de movimento ou giro) que dura dias a semanas

  • Perda da audição, que pode ser permanente ou que pode ser resolvida parcial ou completamente

  • Raramente, cefaleia, confusão ou pescoço rígido

Às vezes, outros nervos cranianos são afetados.

Diagnóstico

  • Exame físico

  • Algumas vezes, exames laboratoriais do líquido das bolhas

  • Às vezes, ressonância magnética (RM)

Os médicos comumente baseiam o diagnóstico de herpes zoster oticus no exame físico. Algumas vezes os médicos coletam raspagens das vesículas para exame sob um microscópio e para cultura. RM também pode ser realizada para certificar-se de que os sintomas não são causados por outro distúrbio.

Tratamento

  • Opioides para dor

  • Algumas vezes, corticosteroides tais como prednisona, para reduzir a inflamação

  • Algumas vezes, antivirais para tratar a infecção

  • Raramente, cirurgia para aliviar a pressão no nervo facial

Os médicos podem administrar às pessoas fármacos para aliviar seus sintomas e tratar o vírus. Entretanto, não está claro se esses fármacos ajudam muito. Corticosteroides como prednisona são dados para bloquear a inflamação. Os antivirais, como aciclovir ou valaciclovir podem ajudar a reduzir a duração da infecção e são rotineiramente administrados às pessoas cujo sistema imunológico esteja enfraquecido ou comprometido. É dado diazepam para aliviar os ataques de vertigem. São dados opiáceos tomados por via oral para dor. Outros tratamentos podem ser administrados a pessoas que apresentam dor residual prolongada (chamada neuralgia pós-herpética), como adesivos medicinais para colocar na pele, anticonvulsivantes ou antidepressivos tricíclicos.

Pessoas que têm paralisia total da face podem precisar de um procedimento cirúrgico para aliviar a pressão sobre o nervo facial.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Vertigem
Vídeo
Vertigem
O ouvido humano é dividido em três compartimentos: o ouvido externo, o ouvido médio e o ouvido...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Dor de ouvido
Modelo 3D
Dor de ouvido

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS