Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Estrutura e função da pele

Por

Julia Benedetti

, MD, Harvard Medical School

Última revisão/alteração completa abr 2019| Última modificação do conteúdo abr 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A pele é o maior órgão do corpo. Ela exerce muitas funções importantes, incluindo

  • Proteção do corpo contra traumatismos

  • Regulação da temperatura corporal

  • Manutenção do equilíbrio hídrico e eletrolítico

  • Percepção de estímulos dolorosos e agradáveis

  • Participação na síntese de vitamina D

A pele mantém produtos químicos e nutrientes vitais no corpo e age como uma barreira que impede a entrada de substâncias perigosas no corpo, além de fornecer proteção contra efeitos nocivos da radiação ultravioleta emitida pelo sol. Além disso, a cor, a textura e as dobras da pele ( Descrições de marcas, crescimentos e alterações da cor da pele) contribuem para identificar cada indivíduo. Qualquer coisa que interfira no funcionamento da pele ou provoque alterações na aparência ( Efeitos do Envelhecimento na Pele) pode ter consequências importantes para a saúde física e mental.

Muitos dos problemas que se apresentam na pele limitam-se à própria pele. No entanto, em alguns casos, a pele dá dicas de uma doença que afeta todo o organismo. Por conseguinte, os médicos consideram, com frequência, a possibilidade de diversas doenças quando avaliam os problemas cutâneos. Eles podem ter que pedir exames de sangue e outras análises laboratoriais para verificar se há uma doença interna em pessoas que os procuram com um problema cutâneo ( Diagnóstico dos distúrbios da pele).

Camadas da pele

A pele possui três camadas:

  • Epiderme

  • Derme

  • Camada de gordura (também chamada camada subcutânea)

Cada camada realiza uma tarefa específica.

Sob a superfície da pele

A pele possui três camadas sob a sua superfície. Sob a superfície da pele existem nervos, extremidades nervosas, glândulas, folículos pilosos e vasos sanguíneos.

Sob a superfície da pele

Epiderme

A epiderme é a camada da pele mais superficial, relativamente fina e resistente. A maior parte das células da epiderme é composta por queratinócitos. Eles são formados por células na camada mais profunda da epiderme chamada camada basal. Os novos queratinócitos migram lentamente para a superfície da epiderme. Assim que atingem a superfície da pele, os queratinócitos se desfazem aos poucos e são substituídos por células mais novas que vêm da camada mais profunda.

A parte mais externa da epiderme, conhecida como estrato córneo, é relativamente impermeável e, quando não está lesionada, impede a entrada da maioria das bactérias, vírus e outras substâncias estranhas no organismo. A epiderme (juntamente com as outras camadas da pele) também protege os órgãos internos, os músculos, os nervos e os vasos sanguíneos contra qualquer tipo de dano. Em determinadas áreas do corpo que necessitam de maior proteção, como as palmas das mãos e as solas dos pés, o extrato córneo é muito mais espesso.

Espalhadas na camada basal da epiderme estão as células chamadas melanócitos, que produzem o pigmento melanina, um dos principais elementos que contribuem para a cor da pele. Porém, a principal função da melanina é filtrar a radiação ultravioleta da luz solar ( Considerações gerais sobre radiação solar e danos à pele) que danifica o DNA, resultando em inúmeros efeitos prejudiciais, incluindo câncer de pele.

A epiderme também contém as células de Langerhans, que fazem parte do sistema imunológico da pele. Embora essas células ajudem a detectar substâncias estranhas e a proteger o corpo contra infecções, elas também possuem uma função no desenvolvimento de alergias da pele.

Derme

A derme, a camada seguinte da pele, é uma camada espessa de tecido fibroso e elástico (composto, principalmente, por colágeno, com um componente pequeno, mas importante, de elastina) que confere à pele a sua flexibilidade e resistência. A derme contém terminações nervosas, glândulas sudoríparas e glândulas oleosas (sebáceas), folículos pilosos e vasos sanguíneos.

As terminações nervosas detectam dor, toque, pressão e temperatura. Algumas áreas da pele contêm mais extremidades nervosas do que outras. Por exemplo, os pés e as pontas dos dedos das mãos contêm muitos nervos e são extremamente sensíveis ao toque.

As glândulas sudoríparas produzem suor em resposta ao calor e estresse. O suor é composto por água, sal e outras substâncias químicas. À medida que o suor evapora da pele, ele ajuda o corpo a se refrescar. As glândulas sudoríparas especializadas das axilas e da região genital (glândulas sudoríparas apócrinas) segregam uma substância espessa e oleosa, que provoca um odor corporal característico quando as bactérias da pele digerem o suor dessas zonas.

As glândulas sebáceas secretam sebo nos folículos pilosos. O sebo é um óleo que mantém a pele úmida e macia, agindo como uma barreira contra substâncias estranhas.

Os folículos pilosos produzem os vários tipos de cabelos e pelos encontrados por todo o corpo. Os pelos e cabelos não só contribuem para a aparência de uma pessoa, como também possuem inúmeras funções físicas importantes, como regular a temperatura do corpo, proporcionar proteção contra lesões e aumentar a sensação. Uma porção do folículo também contém células-tronco capazes de reconstruir a epiderme danificada.

Os vasos sanguíneos da derme nutrem a pele e ajudam a regular a temperatura corporal. O calor faz com que os vasos sanguíneos aumentem (dilatação) e permite que grandes quantidades de sangue circulem perto da superfície da pele, onde se pode liberar o calor. O frio faz com que os vasos se estreitem (constrição) e conservem o calor do corpo.

O número de terminações nervosas, glândulas sudoríparas, glândulas sebáceas, folículos pilosos e vasos sanguíneos varia nas diferentes regiões do corpo. A parte superior da cabeça, por exemplo, tem uma grande quantidade de folículos pilosos, ao contrário da palma das mãos e da planta dos pés.

Camada de gordura

Sob a derme, encontra-se uma camada de gordura que ajuda a isolar o corpo do calor e do frio, proporciona uma cobertura protetora e serve para armazenar energia. A gordura é armazenada em células vivas, denominadas células adiposas, unidas entre si por um tecido fibroso. A espessura da camada de gordura varia, em algumas pessoas, entre uma fração de centímetros nas pálpebras e vários centímetros no abdome e nas nádegas.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Câncer de pele
Vídeo
Câncer de pele
A pele é o maior órgão do corpo. Ela tem muitas funções importantes, incluindo a de proteger...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Eritema linear
Modelo 3D
Eritema linear

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS