Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Considerações gerais sobre doenças desmielinizantes

Por

Michael C. Levin

, MD, College of Medicine, University of Saskatchewan

Última revisão/alteração completa set 2018| Última modificação do conteúdo set 2018
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A maior parte das fibras nervosas situadas dentro e fora do cérebro está envolvida por várias camadas de tecido composto por uma gordura (lipoproteína) denominada mielina. Essas camadas formam a bainha de mielina. De forma semelhante ao isolamento de um cabo elétrico, a bainha de mielina permite a condução dos sinais nervosos (impulsos elétricos) ao longo da fibra nervosa com velocidade e precisão. Quando a bainha de mielina está danificada, os nervos não conduzem os impulsos de forma adequada. Às vezes, as fibras nervosas também são afetadas.

Quando a bainha de mielina é capaz de se reparar e regenerar por si mesma, a função nervosa é completamente restabelecida. No entanto, quando a bainha de mielina se lesiona gravemente, as fibras nervosas subjacentes podem morrer. As fibras nervosas do sistema nervoso central (cérebro e medula espinhal) não podem se autorregenerar totalmente. Portanto, essas células nervosas são permanentemente lesionadas.

Isolamento de uma fibra nervosa

Isolamento de uma fibra nervosa

Algumas doenças que causam a desmielinização afetam principalmente o sistema nervoso central. Outras, como a polineuropatia desmielinizante inflamatória crônica, afetam principalmente os nervos em outras partes do corpo.

Você sabia que...

  • Os nervos cobertos com tecidos que, como isolamento em um fio elétrico, ajudam o nervo a conduzir os impulsos.

Causas

Quando os bebês nascem, muitos dos seus nervos necessitam de bainhas de mielina maduras. Como resultado, os seus movimentos são espasmódicos, descoordenados e lentos. À medida que as bainhas de mielina vão se desenvolvendo, os movimentos tornam-se mais suaves, mais determinados e mais coordenados.

As bainhas de mielina não se desenvolvem com normalidade em crianças que sofrem de determinadas doenças hereditárias raras, tais como a doença de Tay-Sachs, a doença de Niemann-Pick, a doença de Gaucher e a síndrome de Hurler. Essas crianças podem ter problemas neurológicos permanentes, muitas vezes consideráveis.

Em adultos, a bainha de mielina pode ser danificada ou destruída por:

Essa destruição denomina-se desmielinização.

Algumas doenças que causam a desmielinização apresentam causas desconhecidas. Essas doenças são chamadas doenças desmielinizantes primárias. A mais comum dessas doenças é

Outras doenças desmielinizantes primárias incluem

Algumas vezes, as doenças desmielinizantes primárias se desenvolvem após uma infecção viral ou vacinação contra uma infecção viral. Uma provável explicação é que o vírus ou outra substância de alguma forma aciona o sistema imunológico para atacar os próprios tecidos do corpo (reação autoimune). A reação autoimune causa inflamação, que provoca lesão na bainha de mielina e nas fibras nervosas sob ela.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Considerações gerais sobre o sistema nervoso
Vídeo
Considerações gerais sobre o sistema nervoso
Modelos 3D
Visualizar tudo
Mesencéfalo: Corte transversal (anatomia normal)
Modelo 3D
Mesencéfalo: Corte transversal (anatomia normal)

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS