Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Desenvolvimento e propagação do câncer

Por

Robert Peter Gale

, MD, PhD, Imperial College London

Última revisão/alteração completa jul 2018| Última modificação do conteúdo ago 2018
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Transformação maligna e ó processo complexo pelo qual as células cancerosas se desenvolvem a partir de células saudáveis. Ela consiste de várias etapas:

  • Iniciação

  • Promoção

  • Propagação

Iniciação

A primeira fase no desenvolvimento do câncer é a iniciação, na qual uma alteração ocorrida no material genético da célula (mutação) a prepara para se tornar cancerosa. A alteração do material genético da célula pode ocorrer de forma espontânea ou devido à intervenção de um agente que provoca o câncer (um carcinógeno).

Os carcinógenos incluem muitas substâncias químicas, tabaco, vírus, radiação e luz solar. No entanto, nem todas as células são igualmente susceptíveis aos carcinógenos. Um defeito genético hereditário ou adquirido em uma célula pode torná-la mais suscetível. Até mesmo uma irritação física crônica pode fazer com que uma célula se torne mais sensível aos agentes carcinógenos.

Promoção

A segunda e última fase no desenvolvimento de um câncer é a promoção. Os agentes que causam a promoção, ou os promotores, podem ser substâncias no ambiente ou até mesmo alguns medicamentos como hormônios sexuais (por exemplo, testosterona tomada para melhorar a libido e a energia em homens mais idosos). Diferente dos carcinógenos, os promotores não causam câncer por si. Em vez disso, os promotores permitem que uma célula que tenha sido submetida ao processo de iniciação se torne cancerosa. A promoção não tem efeito sobre células que não passaram pela iniciação. Assim, vários fatores, nomeadamente a combinação de uma célula sensível e de um carcinógeno, são necessários para causar o câncer.

Alguns carcinógenos são suficientemente fortes para causar câncer sem necessidade de promoção. Por exemplo, a radiação ionizante (utilizada em raios-X e produzida nas centrais de energia nuclear e nas explosões de bombas atômicas) pode causar vários cânceres, especialmente sarcomas, leucemia, câncer da tireoide e câncer da mama.

Propagação

O câncer pode crescer entrando diretamente no tecido circundante (invasão) ou propagar-se para tecidos ou órgãos, próximos ou distantes. O câncer pode se propagar pelo sistema linfático. Esse tipo de propagação é típico dos carcinomas. Por exemplo, o câncer da mama, geralmente se propaga primeiro aos gânglios linfáticos próximos, e só mais tarde se expande de modo mais intenso para locais distantes. O câncer também pode se propagar pela corrente sanguínea. Esse tipo de propagação é típico dos sarcomas.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Considerações gerais sobre o câncer
Vídeo
Considerações gerais sobre o câncer
Cateter venoso central/cateter central inserido perifericamente
Vídeo
Cateter venoso central/cateter central inserido perifericamente
Quimioterapia é o uso de medicamentos para matar as células cancerosas. Esses medicamentos...

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS