Não encontrado
Locais

Encontre informações sobre assuntos médicos, sintomas, medicamentos, procedimento, noticias e mais, redigidas para profissionais da saúde.

Sobre os Manuais MSD

 Linha Cronológica

Sobre os Manuais MSD

Publicado pela primeira vez em 1899 como um pequeno livro de consulta para médicos e farmacêuticos, tanto o tamanho como o âmbito do Manual aumentaram, fazendo com que se tornasse um dos recursos médicos mais utilizados por profissionais e consumidores. À medida que o Manual evoluiu, foi ampliando continuamente o alcance e aprofundando as informações disponibilizadas de modo a refletir a missão de oferecer as melhores informações médicas da época para o maior número possível de utilizadores, incluindo profissionais, médicos e alunos de medicina, veterinários e alunos de veterinária, e consumidores.

A nossa missão

Acreditamos que o acesso a informações sobre saúde é um direito universal e que todos têm o direito de receber informações médicas exatas, acessíveis e úteis. Também acreditamos que temos a responsabilidade de proteger, preservar e partilhar as melhores informações médicas da atualidade para ajudar a tomar decisões mais informadas, valorizar os relacionamentos entre doentes e profissionais e melhorar os resultados dos cuidados de saúde em todo o mundo.

A cumprir a nossa missão

Como sinal do nosso profundo compromisso para com o acesso mundial a informações médicas e a melhoria da saúde mundial, os Manuais estão a ser adaptados para formato digital, estando à disposição de profissionais de saúde e doentes gratuitamente.

Temos mantido uma iniciativa de difusão de informações em países em desenvolvimento há décadas. Por meio de parcerias com organizações, como a Books for Africa, doámos mais de 200 000 cópias das versões para Profissionais de Saúde e de Saúde para a Família dos Manuais para organizações não-governamentais (ONGs) para serem distribuídos a médicos, enfermeiros e assistentes de saúde comunitários em países em desenvolvimento.

Em 2015, demos início à nossa mais abrangente iniciativa de difusão de conhecimentos até hoje, o Conhecimento Médico Mundial 2020. Através desse projeto mundial, os Manuais têm como objetivo colocar as melhores informações médicas atuais à disposição de até três mil milhões de profissionais de saúde e doentes por todo o mundo até ao ano 2020. Como parte desse projeto, todas as traduções dos Manuais estarão disponíveis na Internet e serão mantidas atualizadas.

Independência editorial 

Os Manuais são o resultado de uma colaboração entre centenas de especialistas médicos por todo o mundo, um comité editorial independente de revisão por pares e a nossa equipa de redação formada por médicos e escritores médicos profissionais. Desde há mais de cem anos, temos tido uma independência editorial total para podermos apresentar as melhores opiniões atuais sobre diagnóstico e tratamento médico, e não fazemos de nenhuma forma a promoção ou publicidade de produtos Merck ou MSD. Para garantir a ausência de uma parcialidade comercial ou empresarial, os autores e os revisores por pares não podem ser funcionários da Merck & Co., Inc., sedeada em Kenilworth, NJ, EUA, nem podem ser promotores dos nossos produtos farmacêuticos ou representar de alguma maneira a empresa. Embora a equipa de redação integre a equipa de funcionários da Merck & Co., Inc., sedeada em Kenilworth, NJ, EUA, nenhum tipo de controlo, revisão ou mesmo opinião sobre o conteúdo dos Manuais é permitido a qualquer outra parte da nossa empresa, incluindo os setores de pesquisa e desenvolvimento, vendas e marketing, relações públicas, jurídico e equipa administrativa.

Credibilidade 

Muitos critérios foram apresentados para caracterizar o que faz de um site uma fonte de referência credível, e esta questão tem sido muito debatida offline e online1,2,3,4. Assim sendo, o Manual foi concebido tendo em conta os critérios consensuais existentes para criar um lembrete fácil de recordar que levaria as pessoas à procura de informações de saúde online a reconhecer a POSIÇÃO do site relativamente às mesmas. 

Fonte: A fonte cita autoridades reconhecidas e fornece as suas credenciais?

Transparência: É evidente e óbvio se a missão do site é educacional ou comercial?

Acessibilidade: Está o site disponível sem necessidade de registo e existe forma de os utilizadores nos contactarem com dúvidas ou preocupações?

Neutralidade: A informação é disponibilizada apenas como um recurso? O site beneficia financeiramente do que os seus utilizadores fazem (tal como a compra de produtos ou visitar sites anunciados)?

Documentação: O site é atualizado quando necessário por médicos especialistas reconhecidos?

Segurança: Os utilizadores podem aceder ao conteúdo sem dar informações pessoais?

O Manual irá fazer o seu melhor para CUMPRIR com estes critérios. Os nossos mais de 300 autores são todos especialistas reconhecidos nas suas áreas de atuação. O seu nome e credenciais são listados em cada um dos seus tópicos e numa página de contribuidor, e todos tentam atualizar os seus tópicos de forma regular. A ausência de taxas de registo, anúncios, ou vendas de produtos ou promoções de qualquer tipo, assim como o nosso processo editorial que utiliza autores externos e revisores faz com que seja clara a veracidade da Declaração de Missão dos Manuais e que a nossa missão é puramente a de ser um recurso educacional. O Manual não requer o registo do utilizador e não recolhe dados pessoais dos utilizadores; Não o contactamos, mas há uma ligação "contacte-nos" no rodapé de cada página.


Recursos
1 Rede Nacional de Bibliotecas de Medicina
2 Biblioteca Nacional de Medicina, Medline Plus
3 HealthIT.gov
4 Associação das Bibliotecas Médicas


verdades simples

Books for Africa

Books for Africa
Por meio de parcerias e organizações, como a Books for Africa, a equipa responsável pelos Manuais doou mais de 200 000 cópias das versões para Profissionais de Saúde e de Saúde para a Família dos Manuais, para serem distribuídos a médicos, enfermeiros e assistentes de saúde comunitários em países em desenvolvimento.

Lacuna no conhecimento médico mundial
Duas décadas de pesquisas documentaram uma crise cada vez maior nos conhecimentos médicos, que afeta de maneira negativa a capacidade de as pessoas tomarem decisões de saúde informadas, prejudica os relacionamentos entre doentes e profissionais e cria barreiras para a obtenção de melhores resultados de saúde nos EUA e em todo o mundo.