Não encontrado
Locais

Encontre informações sobre assuntos médicos, sintomas, medicamentos, procedimento, noticias e mais, redigidas em linguagem simples.

Uretrite

Por Stewart Shankel, MD, University of California, Riverside

A uretrite é uma infecção da uretra, o canal que transporta a urina da bexiga até o exterior do corpo.

  • As bactérias, incluindo aquelas que são sexualmente transmitidas, são as causas mais comuns de uretrite.

  • Os sintomas incluem dor ao urinar, uma necessidade frequente de urinar e, algumas vezes, uma secreção.

  • Antibióticos são normalmente usados para tratar a infecção.

Causas

A uretrite pode ser causada por bactérias, fungos ou vírus (por exemplo, vírus do herpes simples). Na maioria das mulheres, as bactérias envolvidas são aquelas que normalmente vivem no intestino grosso. Essas bactérias atingem a uretra a partir do ânus. Os homens são muito menos predispostos a desenvolver uretrite porque a abertura da uretra masculina é bastante distante do ânus e as bactérias do ânus muito menos frequentemente alcançam a uretra. A infecção da bexiga (cistite) desenvolve-se na maioria das mulheres que têm uretrite, mas não na maioria dos homens com uretrite.

Organismos sexualmente transmissíveis - como Neisseria gonorrhoeae, que causa gonorreia - podem espalhar-se pela uretra durante a relação sexual com um parceiro infectado (veja Gonorreia). Clamídia e o vírus do herpes simples também são comumente transmitidos sexualmente e podem causar uretrite (veja Infecção por clamídia e outras infecções). Quando os homens desenvolvem uretrite, o organismo da gonorreia é a causa mais comum. Apesar de esse microrganismo poder infectar a uretra das mulheres, a vagina, a cérvix, o útero, os ovários e as trompas de Falópio têm maior possibilidade de ser infectados. As tricomonas são parasitas microscópicos que provocam igualmente uretrite nos homens. A uretite também pode ser causada por bactérias que comumente causam outras infecções do trato urinário, como Escherichia coli.

Sintomas

Tanto nos homens como nas mulheres, normalmente há dor ao urinar e uma necessidade frequente e urgente de urinar. Algumas pessoas não apresentam sintomas. Nos homens, quando a causa for gonorreia ou clamídia, há normalmente uma secreção da uretra. A secreção é frequentemente verde-amarelada quando o organismo gonocócico está envolvido e pode ser clara quando outros organismos estão envolvidos. Nas mulheres, a secreção é menos comum.

Outros distúrbios que causam dor ao urinar incluem infecções renais e vaginite. Na vaginite, a micção pode causar dor porque a urina que é ácida irrita a vulva inflamada e o revestimento da vagina.

Complicações

Se uma infecção da uretra não for tratada ou se for tratada inadequadamente, ela pode causar um estreitamento na uretra (estenose). A estenose aumenta o risco de infecções na bexiga ou cistite. A gonorreia não tratada leva, por vezes, a um acúmulo de pus (abscesso) em volta da uretra. Um abscesso pode provocar divertículos na parede uretral (divertículos uretrais), a qual pode ficar igualmente infectada. Se o abscesso perfurar a pele, a vagina ou o reto, a urina pode fluir por uma conexão anormal recentemente criada (fístula uretral).

Diagnóstico

O médico pode normalmente estabelecer o diagnóstico da uretrite a partir dos sintomas e dos exames. Uma amostra da secreção, se presente, é coletada pela inserção de uma haste com ponta macia na extremidade da uretra. O esfregaço uretral é enviado para o laboratório para análise, a fim de identificar o microrganismo infeccioso.

Prevenção e tratamento

As doenças sexualmente transmitidas que causam uretrite podem ser evitadas com a utilização de um preservativo.

O tratamento depende da causa da infecção. Entretanto, a identificação do organismo que causa uretrite pode levar dias. Dessa forma, os médicos normalmente começam o tratamento com antibióticos que curam as causas mais comuns. Para homens sexualmente ativos, o tratamento é normalmente realizado com uma injeção de ceftriaxona para a gonorreia mais azitromicina oral ou doxiciclina oral para a clamídia. Se os exames excluírem a possibilidade de gonorreia e clamídia, trimetoprima/sulfametoxazol ou um antibiótico à base de fluoroquinolona (como ciprofloxacina) pode ser usado. As mulheres são tratadas como se tivessem cistite (veja Infecção da bexiga (cistite)). Para o tratamento de uma infecção por herpes simples, pode ser necessário um medicamento antiviral, como o aciclovir.