Não encontrado
Locais

Encontre informações sobre assuntos médicos, sintomas, medicamentos, procedimento, noticias e mais, redigidas em linguagem simples.

Mastoidite

Por Richard T. Miyamoto, MD, MS, Indiana University School of Medicine

A mastoidite é uma infecção bacteriana da apófise mastoide, o osso proeminente que se encontra atrás do ouvido.

Essa doença costuma ocorrer quando uma otite média aguda, que não recebeu tratamento ou foi tratada de forma incorreta, se dissemina do ouvido médio ao osso que o circunda - a apófise mastoide.

De modo geral, os sintomas se manifestam dias ou semanas depois de a otite média aguda ter ocorrido, à medida que a infecção destrói a parte interna da apófise mastoide. Pode-se formar uma coleção de pus (abscesso) no osso. A pele que cobre a apófise mastoide pode ficar vermelha, inchada e dolorida e o ouvido externo é pressionado para os lados e para baixo. Febre, dor em volta e dentro do ouvido e uma secreção profusa e espessa constituem outros dos sintomas. A dor tende a ser persistente e latejante. A perda da audição pode se tornar progressivamente pior.

A tomografia computadorizada (TC) revela que os alvéolos da apófise da mastoide (os espaços no osso que, normalmente, contêm ar) se encontram cheios de líquido. À medida que a mastoidite evolui, os espaços aumentam de tamanho. Uma mastoidite tratada de forma incorreta pode provocar surdez, infecção do sangue (septicemia), infecção das membranas que envolvem o cérebro (meningite), formação de abscessos cerebrais ou morte.

Tratamento com antibióticos por via venosa. Examina-se uma amostra da secreção proveniente do ouvido para identificar o agente que causa a infecção e determinar quais os antibióticos que têm mais probabilidade de eliminar as bactérias. A administração dos antibióticos pode ser feita por via oral quando a pessoa começa a se recuperar e durante pelo menos mais 2 semanas. Quando se forma um abscesso no osso, é necessário proceder a uma drenagem cirúrgica (mastoidectomia).