Não encontrado
Locais

Encontre informações sobre assuntos médicos, sintomas, medicamentos, procedimento, noticias e mais, redigidas em linguagem simples.

Pólipos nasais

Por Marvin P. Fried, MD, The University Hospital for Albert Einstein College of Medicine;Department of Otorhinolaryngology, Head and Neck Surgery, Montefiore Medical Center

Os pólipos nasais são formações carnosas da membrana mucosa nasal.

  • Existe maior probabilidade de desenvolvimento de pólipos nasais em pessoas que têm alergia ou asma.

  • Alguns dos sintomas causados por pólipos são congestão e obstrução nasal.

  • Os médicos normalmente diagnosticam pólipos nasais baseados em suas características aparentes.

  • Os corticosteroides podem reduzir ou eliminar pólipos, mas, por vezes, os pólipos devem ser removidos cirurgicamente.

Os pólipos normalmente são excrescências em forma de lágrimas, que se formam ao redor das entradas das cavidades dos seios paranasais. Um pólipo maduro é parecido com uma uva sem casca e sem semente. Ao contrário dos pólipos no cólon ou na bexiga, os pólipos no nariz não são tumores e não sugerem o risco de câncer. São apenas um reflexo da inflamação, embora possa haver um histórico familiar do problema. O médico deve fazer uma biópsia do pólipo para excluir a presença de câncer.

Os pólipos podem se desenvolver durante infecções e desaparecer depois que a infecção for debelada, ou podem começar lentamente e persistir. Também podem se formar pólipos nasais se houver um corpo estranho no nariz. Algumas pessoas que são alérgicas a aspirina e outros medicamentos antiinflamatórios não esteroidais (AINEs - ver Analgésicos não opioides : Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides) têm uma combinação de asma, congestão nasal e sinusal crônicas e pólipos nasais. Não está claro como os pólipos nasais estão relacionados com alergia e outros sintomas do trato respiratório. Pessoas com pólipos nasais podem desenvolver infecções dos seios paranasais se sua drenagem for bloqueada pelos pólipos.

Muitas pessoas desconhecem que têm pólipos nasais, embora elas possam ter espirros, congestão nasal, obstrução, drenagem de fluido para a garganta (rinorreia posterior), dor facial, secreção nasal excessiva, perda de olfação (anosmia), habilidade olfativa reduzida (hiposmia), coceira em torno dos olhos e infecções crônicas.

Os corticosteroides sob a forma de sprays nasais ou comprimidos orais podem reduzir ou eliminar os pólipos. É necessária uma cirurgia endoscópica ou administração de corticosteroides orais se os pólipos obstruírem as vias respiratórias ou causarem infecções frequentes nos seios paranasais. Os pólipos voltam a crescer, a não ser que se controle a irritação subjacente, alergia ou infecção. Usando-se um spray aerossol à base de corticosteroides, pode-se retardar as reincidências. No entanto, o médico pode ter de examinar a pessoa periodicamente, através de endoscopia nasal (olhando o nariz com um pequeno tubo visualizador, rígido ou flexível), para avaliar e tratar os problemas persistentes ou recorrentes.

Recursos neste artigo