Não encontrado
Locais

Encontre informações sobre assuntos médicos, sintomas, medicamentos, procedimento, noticias e mais, redigidas em linguagem simples.

Mioclonias

Por David Eidelberg, MD, New York University School of Medicine;The Feinstein Institute for Medical Research, North Shore—Long Island Jewish Health System ; Michael Pourfar, MD, Department of Medicine, New York University School of Medicine

O termo mioclonia refere-se a espasmos rápidos e repentinos (contrações) em um músculo ou grupo de músculos.

A mioclonia pode afetar apenas uma mão, um grupo de músculos da parte superior do braço ou da perna ou um grupo de músculos da face. Ou também pode envolver vários músculos simultaneamente. O soluço é um tipo de mioclonia que afeta unicamente o diafragma, o músculo que separa o tórax do abdome.

A mioclonia pode ocorrer normalmente, em geral, quando a pessoa está adormecendo. Ou pode resultar de uma doença, como:

  • Insuficiência hepática

  • Insuficiência renal

  • Parada cardíaca (quando o bombeamento do coração para de repente)

  • Lesão cerebral por um vírus (encefalopatia viral)

  • Doenças metabólicas (como nível de açúcar alto ou baixo no sangue)

  • Privação de oxigênio

  • Traumatismos cranianos

  • Mal de Alzheimer (ocasionalmente)

  • Doença de Creutzfeldt-Jakob

  • Epilepsia mioclônica juvenil (que causa convulsões)

A mioclonia pode ocorrer depois que uma pessoa toma uma dose alta de certos medicamentos, como anti-histamínicos, alguns antidepressivos (como amitriptilina), bismuto, levodopa ou opioides (narcóticos).

Sintomas

A mioclonia pode ser moderada ou grave. Os músculos podem sofrer espasmos rápidos ou lentos, ritmados ou não. A mioclonia pode ocorrer de vez em quando ou frequentemente. Pode ocorrer espontaneamente ou ser acionada por estímulo, como um ruído, luz ou movimento súbito. Por exemplo, alcançar um objeto ou dar uns passos pode causar espasmos que atrapalhem o movimento. Na doença de Creutzfeldt-Jacob (uma rara doença cerebral degenerativa —consulte Doença de Creutzfeldt-Jakob (CJD)), a mioclonia se torna mais óbvia quando as pessoas se assustam de repente. Se a mioclonia for resultante de um distúrbio metabólico, ela pode persistir e afetar os músculos em todo o corpo, levando, às vezes, a convulsões.

Você sabia que...

  • Alguns tipos de mioclonia - como soluços e contrações rápidas dos músculos quando uma pessoa adormece - são normais.

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico é dado com base nos sintomas. Outros testes podem ser realizados para identificar a causa.

A causa é corrigida, se possível. Por exemplo, o uso de medicamentos que possam causar a mioclonia é interrompido. Níveis altos ou baixos de açúcar no sangue são corrigidos, e insuficiência renal é tratada com hemodiálise. Se a causa não puder ser corrigida, valproato ou levetiracetam (anticonvulsivos —consulte Fármacos usados para tratar convulsões.) ou clonazepam (um sedativo moderado), às vezes, ajuda. Quando administrado com carbidopa, o suplemento dietético 5-hidroxitriptofano (que é produzido pelo cérebro) também pode ajudar.

Recursos neste artigo