Não encontrado
Locais

Encontre informações sobre assuntos médicos, sintomas, medicamentos, procedimento, noticias e mais, redigidas em linguagem simples.

Eritema multiforme

Por Peter C. Schalock, MD, Harvard Medical School;Massachusetts General Hospital

O eritema multiforme é uma doença recorrente caracterizada pela presença de lesões avermelhadas e salientes na pele, que têm o aspecto de alvos e, geralmente, se encontram distribuídas simetricamente por todo o corpo do paciente.

  • O eritema multiforme pode ser causado por uma reação a uma infecção por vírus do herpes simplex.

  • Os sintomas típicos incluem manchas vermelhas com centros roxos-acinzentados (lesões-alvo) que, de repente, aparecem nos braços, pernas, rosto, palmas das mãos e plantas dos pés e corpo.

  • O diagnóstico é estabelecido em função dos sintomas.

  • Este distúrbio é resolvido sem tratamento, mas os sintomas podem ser tratados com corticosteroides, lidocaína e às vezes aciclovir.

A maioria dos casos é causada por uma reação a uma infecção com o vírus do herpes simplex (ver Infecções por vírus do herpes simplex). Esta infecção viral aparece na forma de lesões visíveis em cerca de dois terços das pessoas antes que o eritema multiforme apareça. Os médicos não têm certeza se outras doenças infecciosas também podem causar o eritema multiforme. Os médicos não têm certeza exatamente como o herpes simplex causa este distúrbio, mas suspeita-se da existência de um tipo de reação imune.

Sintomas

Em geral, o eritema multiforme surge de repente, com manchas avermelhadas irrompendo nos braços, nas pernas e na face. Às vezes, a erupção também ocorre nas palmas das mãos ou nas plantas dos pés. As manchas avermelhadas são distribuídas igualmente em ambos os lados do corpo. Estas manchas avermelhadas muitas vezes desenvolvem anéis concêntricos vermelhos com centros roxos acinzentados (lesões "alvo" ou "íris") e pequenas bolhas. As zonas avermelhadas são geralmente assintomáticas, embora às vezes provoquem um prurido leve. Muitas vezes, formam-se bolhas dolorosas nos lábios e no revestimento da boca, mas não nos olhos.

Os surtos de eritema multiforme podem durar de 2 a 4 semanas. Algumas pessoas sofrem uma única crise, enquanto outras são afetadas em média 6 vezes por ano, durante quase 10 anos. As crises reincidentes são muito frequentes na primavera e é provável que sejam desencadeadas com a luz solar. A frequência das crises reincidentes geralmente diminui com o tempo.

Diagnóstico e tratamento

Os médicos diagnosticam o eritema multiforme por sua aparência característica. No entanto, a síndrome de Stevens-Johnson (ver Síndrome de Stevens-Johnson (SJS) e necrólise epidérmica tóxica) à primeira vista pode parecer muito semelhante ao eritema multiforme, de modo que os médicos monitoram a pessoa com cuidado até que o diagnóstico esteja claro.

O eritema multiforme costuma desaparecer por si só. Se o prurido for muito incômodo, podem ser administrados tratamentos padrão. Corticoesteroides administrados por via oral podem ser úteis. Se as bolhas dolorosas na boca tornarem difícil a alimentação, pode ser aplicado um anestésico local, como a lidocaína. Se a ingestão ainda assim for difícil, nutrientes e fluidos são administrados por via intravenosa. As pessoas com reincidências frequentes podem se beneficiar de um medicamento antiviral, como o aciclovir, que deve ser administrado ao primeiro sinal de erupção.