Não encontrado
Locais

Encontre informações sobre assuntos médicos, sintomas, medicamentos, procedimento, noticias e mais, redigidas em linguagem simples.

Considerações gerais sobre o esôfago

Por Michael C. DiMarino, MD, Division of Gastroenterology and Hepatology, Department of Medicine, Thomas Jefferson University

O esôfago é um tubo oco que conecta a garganta (faringe) ao estômago. Os alimentos ingeridos não chegam ao estômago por efeito da gravidade, mas por meio de contrações musculares rítmicas das paredes esofágicas denominadas peristalses.

Funcionamento do esôfago

Quando a pessoa engole, os alimentos passam da boca para a garganta, também denominada faringe (1). O esfíncter esofágico superior se abre (2) para que os alimentos possam entrar no esôfago, onde ocorrem contrações musculares, denominadas peristalses, que empurram os alimentos para baixo (3). Em seguida, os alimentos atravessam o esfíncter esofágico inferior (4) e entram o estômago (5).

Logo abaixo da transição entre a faringe e o esôfago, há uma faixa muscular denominada esfíncter esofágico superior. Imediatamente acima da junção gastroesofágica, localiza-se outra faixa muscular, denominada esfíncter esofágico inferior. Quando o esôfago se encontra em repouso, esses esfíncteres contraem-se para evitar o refluxo de alimentos e ácido gástrico do estômago para a boca. Durante a deglutição, os esfíncteres relaxam, permitindo que os alimentos cheguem ao estômago.

Com o envelhecimento, a força das contrações esofágicas e a pressão exercida nos esfíncteres diminuem. Essa condição, denominada presbiesôfago, aumenta as probabilidades de refluxo de ácido gástrico para o esôfago (refluxo gastroesofágico, ou DRGE — veja Refluxo gastroesofágico (DRGE)) em pessoas mais velhas, sobretudo quando se deitam após as refeições.

Dois dos sintomas que surgem com mais frequência nos distúrbios esofágicos são disfagia (sensação de dificuldade para engolir) e dor no tórax ou nas costas. Disfagia e dor no tórax ou nas costas podem ocorrer em qualquer distúrbio esofágico, sendo o câncer de esôfago o mais grave deles.

Os distúrbios esofágicos abordados neste capítulo incluem distúrbios relacionados à propulsão e infecções, lesões e obstruções. Em outro distúrbio esofágico, chamado varizes esofágicas, as veias na extremidade inferior do esôfago ficam dilatadas e sangram facilmente (veja Hipertensão portal).

Recursos neste artigo